ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

QUEM É QUEM NA BÍBLIA: Maria Madalena: a primeira testemunha-missionária de Jesus Ressuscitado

Maria Madalena foi uma mulher de fé e tornou-se a primeira missionária da Igreja, graças ao seu testemunho da ressurreição de Jesus. Devemos a ela nossa fé no Cristo Ressuscitado.

07/04/2021

Muitos católicos estão acostumados com aquela velha história que apresenta Maria Madalena como uma prostituta arrependida, alcançada pela misericórdia de Jesus. Mas a história verdadeira é outra... Nossa santa é sempre apresentada pelos evangelistas como testemunha da ressurreição de Jesus (cf. Mt 28,1-8; Mc 16,1-7; Lc 24,1-11; Jo 20,1-18), nunca como prostituta convertida. A confusão se deve a uma interpretação superficial da Bíblia. Esse modo de pensar se fundamenta em dois pressupostos equivocados.

O primeiro deles se deve ao fato de a santa mulher ser citada, por Lucas, logo após a narrativa de uma prostituta perdoada, cujo nome não é mencionado (cf. Lc 7,36-50; 8,1-3). Todavia, essa associação é indevida, porque o evangelista não identifica o nome da pecadora perdoada (cf. Lc 7), tampouco sugere que seja Maria Madalena. Além disso, quando menciona o nome dela, a destaca como seguidora de Jesus, ao lado dos apóstolos, juntamente com outras mulheres importantes, como Joana de Cuza e Susana, entre outras.

Um segundo pressuposto equivocado é imaginar que a nossa santa era prostituta pelo fato de o evangelista afirmar que Jesus teria expulsado sete espíritos dela. Tal afirmação não oferece nenhuma razão para essa dedução, pois na Bíblia, estar possuído por um demônio equivale a dizer que alguém está doente (cf. Mc 1,34; 5,1-17; Lc 9,37-43). Por sua vez, o número sete é simbólico, significa a perfeição ou totalidade (cf. Mt 18,21-22). Portanto, quando o Evangelho afirma que Jesus tirou sete demônios de Maria Madalena apenas indicava que o Senhor a libertou de toda a enfermidade.

“Madalena” não era seu nome, mas sim o indicativo da sua cidade natal. Naquela época, entre os judeus, não existia o conceito de “sobrenome”. O nome Madalena era um adjetivo que a apresenta como originária de Magdala, cidade localizada na Galileia.

Maria Madalena foi uma mulher de fé e tornou-se a primeira missionária da Igreja, graças ao seu testemunho da ressurreição de Jesus. Devemos a ela nossa fé no Cristo Ressuscitado. “Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: vi o Senhor e as coisas que Ele disse” (Jo 20,18).

Padre Gilson José Dembinski

Parapsicólogo, pós-graduado em Bíblia e Ensino Religioso Escolar

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar