ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Prefeitura ainda não respondeu pedidos de socorro financeiro da Pérola do Oeste

Alegando prejuízo em março e abril, empresa pede ajuda de R$ 1,4 milhão para manter serviço.

02/06/2020

A prefeitura do município de Guarapuava ainda não definiu se vai ou não dar o socorro financeiro de R$ 1,4 milhão à empresa Pérola do Oeste. A concessionária do transporte coletivo urbano afirma que após medidas de enfrentamento ao coronavirus a empresa perdeu passageiros e receita, o que justificaria o pedido de ajuda.

“É uma situação complicada, eu reconheço, mas é a realidade da pandemia, está todo mundo perdendo, está difícil para todo mundo, então temos que resolver com muito equilíbrio, mas não é no afogadilho, eu sei da pressa deles, eles estão nos pressionando muito, mas vamos fazer no tempo correto para tomar decisões acertadas”, disse à Rádio Cultura o prefeito Cesar Silvestri Filho (Podemos).

Antes de decidir, a prefeitura afirma que está analisando os números apresentados pela empresa e avaliando juridicamente o pedido.

 

A equipe de jornalismo da Rádio Cultura preparou uma série de reportagens sobre o caso.

Acesse nos links:

Pérola apresentar números e pede R$ 1,4 milhão para manter serviço

Cesar Filho afirma que vai checar números da Pérola e avaliar legalidade de subsídio

Prefeitura pode assumir transporte caso Pérola interrompa serviço, afirma prefeito Cesar Filho

Prefeitura de Guarapuava não divulga dados do transporte coletivo

Empresas buscaram Justiça para garantir subsídios ao transporte coletivo

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar