ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai atingem 71,5% de execução

Mastro principal na margem brasileira está pronto, com 190 metros de altura, enquanto o mastro principal na margem paraguaia avança para 175 metros.

26/10/2021

A obra da Ponte da Integração Brasil-Paraguai registra um marco neste mês de outubro, que é a finalização do mastro principal na margem brasileira, em Foz do Iguaçu (Oeste), com um total de 190 metros de altura, da fundação ao topo, e com todos os tubos das paredes concluídas. A obra está sendo executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), por meio de parceria entre Governo do Paraná, Itaipu Binacional e governo federal.

Até o momento, 71,5% da obra foi executada, com investimento de aproximadamente R$ 166 milhões. Essas informações e mais detalhes estão disponíveis no boletim informativo da obra, publicado mensalmente no portal do DER/PR e encaminhado como uma newsletter por e-mail para quem se inscrever.

Ainda na margem brasileira, foi posicionada a aduela metálica 6.03 sobre o Rio Paraná e tensionados os estais (ou cabos de estaiamento) da aduela metálica 6.02. O segundo par de estais de retaguarda também está engastado na caixa de equilíbrio da ponte. Isso quer dizer avanço das obras sobre a estrutura da pista de rolamento.

Em Presidente Franco, margem paraguaia da obra, o mastro principal deve atingir os 175 metros de altura, com os trabalhos permanecendo concentrados na chamada câmara de estais. Também foram tensionados o primeiro par de estais da retaguarda e os estais da aduela metálica 5.01, com a aduela metálica 5.02 devendo ser posicionada ainda este mês no vão-livre da ponte.

Enquanto isso, no canteiro de obras em ambos os países, prossegue a pré-montagem de mais aduelas metálicas, que vão compor o tabuleiro da ponte, por onde passarão os veículos.

 

ESTRUTURA – A ponte terá 760 metros de comprimento e um vão-livre de 470 metros – o maior da América Latina. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de três metros e calçada de 1,7 metro nas laterais. Sua estrutura será maior que a primeira ponte de ligação ao Paraguai, a Ponte Internacional da Amizade, e se localiza a cerca de 10 quilômetros de distância desta.

PERIMETRAL LESTE – Na obra de implantação da rodovia de acesso entre a ponte e a BR-277, em Foz do Iguaçu, foram executadas mais estacas nos viadutos da Avenida General Meira e da BR-469, enquanto no viaduto de acesso à Ponte Tancredo Neves o encontro 01 está concluído e o encontro 02 está em sua penúltima etapa. Também tiveram início os serviços de supressão vegetal nos locais onde serão executadas as novas aduanas.

O projeto da rodovia prevê um contorno do perímetro urbano de Foz do Iguaçu partindo da nova ponte. O percurso de 15 quilômetros passa pelos seguintes pontos: Av. General Meira, acesso à Ponte Tancredo Neves, Av. das Cataratas (BR-469), Av. Felipe Wandscheer e Av. República Argentina e BR-277.

 

AEN

Comentários