ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

GUARAPUAVA: Polícia Civil prende dono de bar por suspeitas de estupro e assédio sexual

Prisão preventiva foi no fim da tarde de ontem, terça-feira, 29 de junho. Polícia Civil informou que ao menos cinco mulheres foram vítimas.

30/06/2021

Um homem acusado de cinco estupros foi detido ontem, 29 de junho, em Guarapuava. Segundo a polícia Civil, que efetuou a prisão preventiva, ele seria dono de um bar.

A delegada Ana Carolina Hass de Miranda Castro, que investiga o caso, afirmou que as vítimas têm entre 15 e 20 anos e eram contratadas para trabalhar no bar.

Segundo a delegada, uma das mulheres, de 19 anos, diz ter sido estuprada pelo homem. Ela contou à polícia que o suspeito, de 31 anos, começou a ter “atitudes estranhas” logo no primeiro dia de trabalho.

A mulher relatou que o dono do bar ordenou que ela fosse até a parte de cima do estabelecimento, onde ele morava, e que lá cometeu atos libidinosos e o estupro, informou a delegada.

Ana Carolina disse que a investigação começou no início deste mês depois que duas mulheres procuraram a polícia e relataram crimes de estupro e importunação sexual. A delegada suspeita que mais mulheres podem ter sido vítimas.

Segundo ela, o homem tem passagens pela polícia em Guarapuava por porte ilegal de arma de fogo e importunação sexual.

Ainda de acordo com ela, ele foi excluído da Polícia Militar de Santa Catarina em 2019 por infringir questões administrativas. Agora, o suspeito vai responder por crimes de estupro, assédio sexual e importunação sexual.

Por William Batista, RPC Guarapuava e G1 PR

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Comentários