ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

ALERTA: Terminou no último dia 15 de maio, a colheita da soja no Paraná

No Paraná, o vazio sanitário ocorre no período de 10 de junho a 10 de setembro. O dia 9 de junho é o último prazo para a eliminação de plantas vivas nas propriedades rurais.

25/05/2021

Clique no player para ouvir:

A Secretaria estadual da Agricultura e do Abastecimento alertou os produtores para o término da colheita ou dessecação da soja no Paraná no último dia 15 de maio. O objetivo é preparar as áreas de cultivo para o vazio sanitário, período no qual é proibido semear ou manter plantas vivas de soja no campo.

O vazio sanitário visa reduzir a sobrevivência do fungo Phakopsora pachyrhizi, causador da ferrugem asiática, considerada a principal doença da soja, devido à rapidez com que se dissemina nas plantas e seu potencial destrutivo. A medida busca evitar a possibilidade de ocorrência da doença durante a safra.

No Paraná, o vazio sanitário ocorre no período de 10 de junho a 10 de setembro. O dia 9 de junho é o último prazo para a eliminação de plantas vivas nas propriedades rurais.

As determinações e prazos estão previstos na Portaria 342/2019 da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), e seu cumprimento é obrigatório. Os produtores rurais que não cumprirem as recomendações estão sujeitos à aplicação de multas e, em casos mais graves, interdição da propriedade.

Além do vazio sanitário, as estratégias de manejo da doença incluem a utilização de cultivares precoces e a semeadura no início da época recomendada, para que o fungo não ataque plantas muito jovens e a doença se desenvolva com mais severidade; o uso de cultivares com genes de resistência e de fungicidas.

Antoniele de Fatima Serpa, engenheira agrônoma e fiscal da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR), em Guarapuava, concedeu entrevista ao repórter Tonico de Oliveira, da Rádio Cultura, e falou sobre o assunto:

Ouça a entrevista completa clicando no player:

Foto: © SEAB

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar