ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Seis pessoas foram detidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Guarapuava, ontem, 20 de maio

Foram quatro crimes de trânsito, um cumprimento de mandado de prisão e um por utilizar documento falso, de acordo com relatório da PRF.

21/05/2021

A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou a fiscalização nesta quinta-feira, 20 de maio, em Guarapuava. No total, 237 pessoas e 214 veículos foram abordados e vistoriados.

Na parte da manhã, no posto policial no distrito do Guará, a PRF realizou a Operação de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Essa é uma campanha que ocorre em todo o País e visa orientar caminhoneiros a efetuar a denúncia, através do disque 100, sempre que se depararem com crianças ou adolescentes em situação de risco. 

Durante a atividade, uma condutora foi flagrada violando a suspensão do seu direito de dirigir, um crime previsto no código de trânsito brasileiro que tem pena de detenção, de seis meses a um ano, além de multa no valor de R$ 880,41 ela teve a habilitação cassada.

Ainda no período da manhã, os agentes detiveram um homem que dirigia uma carreta com habilitação falsa. “Como não era habilitado para esse tipo de veículo, ele comprou uma habilitação falsa e a apresentou aos policiais rodoviários federais. Nas consultas aos sistemas, foi verificada a fraude, e dado voz de prisão em flagrante delito ao infrator, que responderá pelo crime de uso de documento falso, com pena prevista de dois a seis anos de prisão e multa. Além disso, a carreta estava com excesso de peso, em mau estado de conservação, e, após expedidas as notificações, que somaram R$ 1.980,92, foi recolhida ao pátio e só será liberada após regularização”, destaca a PRF em nota.

O preso foi encaminhado à delegacia da Polícia Federal, em Guarapuava.

Durante o dia de ontem, os agentes da PRF iniciaram um Comando de Educação para o Trânsito, dentro das ações do Maio Amarelo.

Já no início da atividade, um motorista de 42 anos foi abordado. Contra ele, constava um mandado de prisão em aberto pelo crime de lesão corporal qualificada. Além disso, o condutor não possuía carteira de motorista. O mandado foi cumprido e os policiais rodoviários federais encaminharam o preso à Cadeia Pública de Guarapuava. Foram extraídas as notificações e o veículo, que estava em mau estado de conservação foi recolhido ao depósito, para regularização.

Durante as fiscalizações, ainda foram flagrados dois condutores bêbados. Eles passaram por testes de bafômetro. Nos dois casos, conforme os policiais, os índices de álcool no sangue foram altíssimos, configurando crime do artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), além de infração de trânsito. Os dois foram presos em flagrante e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Guarapuava. Também foram autuados na esfera administrativa.

Por fim, mais um condutor foi flagrado dirigindo com a habilitação suspensa, e como na abordagem do início do dia, foi registrado o crime e a infração correspondentes. O veículo foi recolhido ao pátio, por não estar devidamente licenciado.

“A PRF trabalha incansavelmente para que o respeito e a responsabilidade sejam regras no trânsito e na sociedade brasileira”, finaliza a nota do órgão de segurança.

Com informações e fotos da assessoria de comunicação da PRF

Galeria de Fotos

Comentários