ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

GUARAPUAVA: Imunização contra a COVID-19 continua restrita à aplicação da segunda dose

Para receber a segunda dose de vacina basta ir das 8 às 16 horas até a Central de Vacinação, instalada em tendas na Praça Cândido Xavier, em frente à prefeitura. É preciso levar documentos pessoais e a carteira de vacinação.

08/04/2021

Em Guarapuava, a vacinação contra a COVID-19 continua restrita à aplicação da segunda dose. A imunização para novos grupos parou na faixa etária 68 anos e não avançou por falta de vacinas. O município apenas aplica as doses. Conforme explica a prefeitura, quem tem a responsabilidade de comprar e fornecer os imunizantes é o governo federal.

No entanto, a Secretaria de Saúde ressalta que é muito importante que aqueles que já receberam a primeira dose, voltem no prazo correto para receber a segunda aplicação. O médico Hiagor Silva, que chefia a Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, explica que a pessoa só fica imunizada após a segunda dose. “A imunização completa só ocorre a partir de quinze dias da segunda dose em qualquer uma das duas vacinas que nós recebemos. E a Coronavac, que é a vacina do Butantan que nós recebemos em maior quantidade, ela tem a segunda dose a partir de vinte e cinco dias da primeira dose. Então, a pessoa só vai ser considerada imunizada a partido do momento onde ela já tenha tomado a segunda dose”, explicou Hiagor.

Para receber a segunda dose de vacina basta ir das 8 às 16 horas até a Central de Vacinação, instalada em tendas na Praça Cândido Xavier, em frente à prefeitura. É preciso levar documentos pessoais e a carteira de vacinação.

Para saber a data de retorno para segunda dose, basta olhar a marcação feita na carteirinha.

NOVAS DOSES

Ainda sobre vacinas, o Paraná deve receber mais 242.050 doses de vacinas contra a COVID-19, segundo o Departamento de Logística do Ministério da Saúde.  São 127.250 imunizantes da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz e 114.800 da Coronavac/Butantan. A data do envio ainda não foi confirmada, mas a expectativa é receber a nova remessa entre hoje, 8 e amanhã, 9 de abril.

As doses da AstraZeneca estão divididas em 70.338 para aplicar como primeira dose em idosos de 65 a 69 anos e 50.868 como segunda dose para os trabalhadores de saúde imunizados há algum tempo, fora a reserva técnica. O intervalo de aplicação desse imunizante é de três meses. Elas são parte de um lote de 2.407.750 para todo o País.

As doses do Butantan estão divididas entre 25.040 para idosos de 65 a 69 anos e 2.277 para profissionais de segurança pública (primeiras doses) e 70.715 para idosos entre 70 e 74 anos e 11.212 para trabalhadores da saúde (segundas doses), fora a reserva técnica. Elas são parte de um lote de 2.008.800 doses para todo o Brasil.

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar