ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Chico Buarque exalta o talento de Magro em tributo ao arranjador do MPB4

Grupo de samba Toque de Arte celebra o legado do artista fluminense em homenagem agendada para 9 de abril.

25/03/2021

De 1963 – ano em que ingressou no MPB4 e se integrou ao então trio formado no ano anterior em Niterói (RJ) – até junho de 2012, quando fez o último show com o grupo fluminense, dois meses antes de sair de cena, vítima de câncer, Antônio José Waghabi Filho (14 de novembro de 1943 – 8 de agosto de 2012), o Magro, deixou marca indelével na música brasileira, sobretudo como arranjador.

Nessa longa trajetória profissional, os caminhos musicais de Magro se cruzaram com os de Chico Buarque, em especial nos anos 1960 e 1970. Chico fez vários shows com o MPB4. E Magro fez vários arranjos para discos de Chico.

Iniciada em 1965, a convivência entre os artistas gerou amizade que motivou o cantor e compositor carioca ao louvar mais uma vez Magro em vídeo gravado em 8 de março para ser apresentado na live em que o grupo de samba Toque de Arte celebrará o legado de Magro, com quem o quarteto trabalhou em discos e shows a partir de 2001. O tributo está agendado para 9 de abril no canal oficial do grupo no YouTube.

Sob direção musical de Alfredo Galhões, Marcelo Eloi (voz, percussão geral e guitarra), Fernando Regis (voz e cavaco), Marcio Costa (voz e violão) e Leandro Vasques (voz e contrabaixo) tocarão sambas de compositores como Jorge Aragão, Martinho da Vila e o próprio Chico Buarque.

Na apresentação, o Toque de Arte entrelaçará números musicais e vídeos, expondo fatos inéditos da vida profissional de Magro Waghabi, testemunhados somente pelo grupo.

Entre o material audiovisual, há o depoimento emocionado do artista ao concluir o arranjo do samba-enredo Aquarela brasileira (Silas de Oliveira, 1963), obra que Magro almejava arranjar há tempos em trabalho que concretizou com o toque do quarteto, realizando sonho pessoal.

 

Fonte g1

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar