ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Vacinação contra COVID-19 para quem tem 78 anos ou mais continua em Guarapuava

Na sexta-feira (12) Guarapuava havia alcançado 6.655 pessoas imunizadas, sendo 2792 idosos e 3.863 profissionais da área de saúde.

17/03/2021

Padre João Rocha recebendo a vacina na sexta-feira, dia 12 de março.

Desde a última segunda-feira, dia 15 de março, pessoas com 78 anos completos ou mais já podem receber a vacina contra a COVID-19.

A aplicação das doses faz parte da campanha Guarapuava Imunizada.

O reitor do Santuário Divina e Trina Ternura, em Guarapuava, padre João Rocha, que completa 80 anos de idade nesta quarta-feira, dia 17 de março, foi um dos que aproveitou a ocasião para se imunizar na última sexta-feira, dia 12. Além de ser vacinado, padre João Rocha também proferiu uma bênção à equipe de vacinadores, rogando pela saúde de todos e agradecendo o trabalho desenvolvido até então em favor da população. “Vou fazer 80 anos na semana que vem e é uma alegria poder receber a vacina. O que vocês estão fazendo aqui é maravilhoso”, declarou na ocasião.

Para receber o imunizante, basta ir até a Central de Vacinação, na Praça Cândido Xavier, em frente à prefeitura, levando o aplicativo Fala Saúde com o cadastro atualizado ou um documento de identificação, o CPF e comprovante de residência.

O quadro de vacinadores e cadastradores foi reforçado para atender à demanda das novas faixas etárias. São professores e acadêmicos de cursos da área de saúde da Uniguairacá, Campo Real, UNICENTRO, Escola Futura e Colégio Ana Vanda Bassara. Eles assinaram um termo de compromisso e responsabilidade para participar da vacinação. As atividades terão aproveitamento curricular e darão suporte à equipe da Secretaria de Saúde durante a campanha.

O atendimento será das 8h às 17h na Central de Vacinação. Idosos acamados e que moram nos distritos também continuam sendo vacinados.

Na sexta-feira (12) Guarapuava havia alcançado 6.655 pessoas imunizadas, sendo 2792 idosos e 3.863 profissionais da área de saúde.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar