ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Justiça italiana confirma sentença de nove anos de prisão de Robinho

Jogador foi condenado por estupro em 2013. Além de Robinho, seu amigo Ricardo Falco, que também participou do crime, teve a pena de nove anos de prisão confirmada. O crime ocorreu em uma boate em Milão.

09/03/2021

Robinho foi julgado na Itália por crime de participação em estupro coletivo.

O atacante Robinho, atualmente sem clube, teve confirmada a sentença de nove anos de prisão pela Justiça da Itália nesta terça-feira, 9, pelo crime de estupro, cometido em 2013. A confirmação veio da Corte de Apelo de Milão, o equivalente ao Supremo Tribunal Federal no Brasil.

Foi sustentado que a pena deveria ser mantida devido à manifestação de “particular desprezo em relação à vítima, que foi brutalmente humilhada”, o que os juízes concluíram diante de mensagens enviadas por Robinho comentando o caso.

Além disso, a corte alegou a tentativa de “enganar as investigações oferecendo aos investigadores uma versão dos fatos falsa e previamente combinada” e reforçou a impossibilidade de defesa da vítima.

Além de Robinho, seu amigo Ricardo Falco, que também participou do crime, teve a pena de nove anos de prisão confirmada. O estupro ocorreu em uma boate em Milão.

Em 22 de janeiro de 2013, Robinho, então jogador do Milan, e mais quatro pessoas, três delas não identificadas pela Justiça da Itália, violentaram uma mulher embriagada em uma casa noturna da cidade.

O Globo

Foto: Lenita Rodrigues

Comentários