ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Paraná adota medidas de prevenção para o coronavírus

Brasil não tem casos confirmados da infecção, mas a orientação é para que os estados adotem medidas preventivas.

25/01/2020

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná divulgou Nota Informativa nesta sexta-feira com recomendações para cuidados e controle do Novo Coronavírus . Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil não tem casos confirmados da infecção, mas a orientação é para que os estados adotem medidas preventivas. O Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, afirma que o objetivo é informar e orientar os profissionais de saúde e a população e disse ainda não ser um momento de pânico, mas sim de prevenção. A infecção pelo vírus apresenta centenas de casos confirmados mundialmente, principalmente em cidades da China, inclusive com óbitos.

Os registros de casos começaram em dezembro do ano passado e hoje as notificações já atingem outros países, como Coréia do Sul, Tailândia, Japão e Estados Unidos. Em humanos, o Novo Coronavírus pode ser transmitido pelas gotículas respiratórias, por tosse e espirros em curta distância, sendo também transmitido por objetos contaminados.

O vírus pode se disseminar no ar, afetando principalmente pessoas com a imunidade debilitada. O período de incubação do vírus é de cerca de 2 a 7 dias, podendo chegar a 14 dias. Casos mais leves podem parecer com gripe ou resfriado comum, com tosse, febre e dificuldade para respirar. Já casos mais graves podem evoluir para pneumonia ou síndrome respiratória aguda grave.

DOENÇA

Os coronavírus (CoV) são uma grande família viral, conhecidos desde meados dos anos 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderada, semelhantes a um resfriado comum. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem. Os coronavírus comuns que infectam humanos são alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Alguns coronavírus podem causar síndromes respiratórias graves, como a síndrome respiratória aguda grave que ficou conhecida pela sigla SARS da síndrome em inglês “Severe Acute Respiratory Syndrome”. SARS é causada pelo coronavírus associado à SARS (SARS-CoV), sendo os primeiros relatos na China em 2002. O SARS-CoV se disseminou rapidamente para mais de doze países na América do Norte, América do Sul, Europa e Asia, infectando mais de 8.000 pessoas e causando entorno de 800 mortes, antes da epidemia global de SARS ser controlada em 2003. Desde 2004, nenhum caso de SARS tem sido relatado mundialmente.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar