ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Jovens militares do Exército Brasileiro são crismados em Guarapuava

A missa que deu o sacramento da Crisma aos militares do 26º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), foi presidida pelo bispo da diocese de Guarapuava, Dom Antônio Wagner da Silva e concelebrada pelo Capelão Militar, padre Juciêr Alves.

09/12/2019

Em uma cerimônia específica, trinta militares do 26º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), foram crismados no último dia 4 de dezembro. A celebração que deu o sacramento aos jovens, foi realizada na Catedral Nossa Senhora de Belém, em Guarapuava. Dom Antônio Wagner da Silva, bispo diocesano, presidiu a missa, que foi concelebrada pelo Capelão Militar, padre Juciêr Alves.

Mais de duzentos militares, além de amigos e parentes dos crismandos participaram da celebração.

O comandante do 26º GAC, tenente-coronel Kensei Arashiro, que acompanhou a cerimônia, falou da alegria e da importância do sacramento da crisma para os militares católicos. “Este é um momento de alegria, um momento de festa. Trinta militares nossos recebendo a crisma. Para nós, do 26º GAC, sempre é um momento de renovarmos nossa fé e pedirmos a proteção; proteção essa muito importante, para as nossas diversas atividades, que são atividades de risco. Trabalhamos com armamentos, com munição, com explosivos. Fazemos deslocamentos motorizados. Então, em todas essas atividades, nós temos que contar sempre com a proteção de Deus”, relatou o comandante.

Padre Juciêr, por sua vez, explicou sobre como é realizada a catequese no ambiente militar e sua importância enquanto instrumento de fé. “Nós fazemos um trabalho de catequese dentro do Exército, dentro dos quartéis, com os jovens, seja para a Primeira Eucaristia ou para o sacramento da Crisma. Inclusive, nos quartéis, além da catequese, fazemos a direção espiritual, promovemos confissões, damos instruções sobre os valores fundamentais da vida. Realizamos cultos ecumênicos e, sobretudo, celebramos a Eucaristia. Esses jovens foram acompanhados por outros militares catequistas, dentro dos quartéis. Também tivemos a ajuda do nosso bispo Dom Wagner (Antônio Wagner da Silva) e do padre Jean (Patrik Soares), aqui da Catedral e, nessa comunidade de fé, nesse grupo bom de catequese, foi que conseguimos esse resultado muito agradável, graças a Deus”, considerou o capelão.

Dom Wagner, em sua homilia, disse que os trinta jovens, a partir de agora, confirmaram sua presença na Igreja, através da fé. A crisma, conforme o bispo diocesano, representa a abertura de uma nova porta para que cada crismado siga em frente e faça a diferença nos grupos dos quais participa, no dia a dia do trabalho e nas comunidades de convivência. “Cada um de vocês, percorreu um longo e até difícil caminho para chegar até aqui. Mas o importante é que vocês chegaram e agora, concluem mais uma etapa de caminhada. Mas de agora em diante, novas responsabilidades vão aparecer na vida de vocês e eu acredito que vocês estarão prontos para vencer cada um desses obstáculos. Jesus Cristo nos apontou os caminhos, mas nunca disse que seria fácil segui-lo. Portanto, cada um de nós, em especial, cada um de vocês que aqui está, deve olhar para frente e perceber a beleza que é ser um seguidor de Jesus”, destacou Dom Wagner.

Em entrevista à Central Cultura de Comunicação, o bispo diocesano tornou a falar da grandeza que é para a Igreja ter jovens comprometidos com a fé e a esperança em Cristo. “Foi um trabalho especial e diferenciado que chega à Crisma dos trinta jovens militares. Isso mostra um empenho do tenente-coronel Arashiro e da equipe que, juntamente com o tenente Juciêr, capelão militar, promoveram aqui, a Catequese desses jovens. Atrás desse trabalho que chega na Crisma, outros trabalhos foram realizados pela equipe. Houve toda uma preparação e realização do Batismo, Primeira Eucaristia e de envolvimento na comunidade católica. Nossos agradecimentos e nossas bênçãos aos jovens e eu peço a Deus que faça desse fim de ano, Natal e Ano Novo, um tempo de muita satisfação, alegria e compromisso para todos”, refletiu Dom Wagner.

 

Diopuava

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar