ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Linha Aérea: Rota para Francisco Beltrão terá impacto em todo o Sudoeste

Município integra nova malha aeroviária do Estado. A região possui indústrias, cooperativas, universidades, mas tem dificuldade de logística. Para lideranças, a ligação aérea deverá eliminar obstáculos para novos investimentos.

23/10/2019

A nova linha aérea ligando Curitiba e Francisco Beltrão, no Sudoeste, inaugurada nesta terça-feira (22), dentro do programa Voe Paraná, do Governo do Estado, terá forte impacto na economia da região. “É um programa arrojado, inovador, que nos aproxima da capital e que, sem dúvida, vai ajudar a atrair mais investimentos”, afirmou o prefeito Cleber Fontana. “É um marco para a economia da região”, avalia.

Francisco Beltrão, com 91 mil habitantes, integra uma microrregião com 27 municípios e 350 mil habitantes. No total, o Sudoeste tem 42 municípios, somando 650 mil habitantes. “Acredito que se a demanda esperada se consolidar, em breve teremos aviões maiores e mais linhas”, disse o prefeito, lembrando que seu município possui aeroporto estruturado, iluminado, que recebe voos noturnos.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Francisco Beltrão, Tarcísio Bonetti, ressalta que o Sudoeste é uma região próspera, com indústrias, cooperativas, universidades. “Mas temos dificuldade com logística”, diz.

Os aeroportos mais próximos são os de Cascavel, Foz do Iguaçu e Chapecó (SC). Bonetti lembra que o acesso a esses terminais é dificultado pelas rodovias sobrecarregadas, o que se constitui em dificuldade para o crescimento da região.

“A possibilidade de deslocamento aéreo rápido, permitida pelo programa do Governo do Estado, vai eliminar esse tipo obstáculo e facilitar a atração de novos investimentos e de ampliação de empresas já existentes”, disse Bonetti.

 

AEN

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar