ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Sesa confirma morte de paciente de Goioxim por Covid-19

Morte foi incluída no boletim epidemiológico nesta terça-feira (23).

24/06/2020

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirmou nesta terça-feira (23) uma morte por covid-19 em Goioxim. O óbito é o primeiro do município, que fica na região de Guarapuava. Essa é a quarta morte na 5ª Regional. Dois pacientes de Guarapuava, um de Cantagalo e agora um de Goioxim morreram, oficialmente, pela doença, conforme a Sesa. Ainda não foram divulgados detalhes desse paciente morto em Goioxim.

A regional de Guarapuava tem agora 270 casos confirmados em 15 dos 20 municípios. São 288 casos suspeitos, ou seja, que aguardam resultados de exame em Curitiba. A incidência é de casos é de 59 casos a cada 100 mil habitantes. Já a incidência de óbitos é de 0,9 a cada 100 mil moradores da região.

Estado

No informe epidemiológico desta terça-feira (23), a Secretaria de Estado da Saúde divulgou 725 novos casos da Covid-19 e mais 27 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná chega a 15.673 casos e 487 mortos em decorrência da doença. O boletim informa oito ajustes de municípios de residência de casos já confirmados.

Os 27 pacientes que faleceram, registrados no informe desta terça-feira, estavam internados. São dez mulheres e 17 homens, com idades que variam de 39 a 90 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 16 e 23 de junho.

Dos pacientes que foram a óbito, sete residiam em Curitiba. São registrados dois óbitos em cada um dos municípios de Campo Largo, Clevelândia, Londrina, Maringá, São José dos Pinhais e Toledo. Também houve um falecimento em cada uma das cidades de Apucarana, Cambé, Cascavel, Goioxim, Mandaguari, Paiçandu, Pinhais e Telêmaco Borba.

Internados

Nesta terça-feira, 493 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 383 em leitos SUS (151 em UTI e 232 em leitos clínicos/enfermaria) e 110 em leitos da rede particular (42 em UTI e 68 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 899 pacientes em UTI e de enfermaria que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar