ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Seminarista da Arquidiocese de Cascavel retorna da Missão na África

Gabriel é o primeiro seminarista enviado para a Missão São Paulo VI, na Guiné-Bissau, África.

28/08/2019

Na manhã da segunda-feira, 26 de agosto, o Aeroporto Municipal de Cascavel ficou pequeno para tantas pessoas que vieram acolher o seminarista Gabriel Duarte Iurczaki, que chegava da Guiné-Bissau após um ano e meio em missão. O arcebispo de Cascavel, Dom Mauro Aparecido dos Santos, o reitor do seminário da Arquidiocese de Cascavel, Padre Jorge Ricardo Lindner, o secretário executivo do Regional Sul 2 da CNBB, Padre Valdecir Badzinski, o coordenador do COMIRE, Odaril José da Rosa, outros sacerdotes, vários seminaristas e familiares do Gabriel lotaram o saguão do aeroporto num gesto de acolhida e demonstração de carinho ao missionário.

Gabriel, 23 anos, após concluir o curso de filosofia no final do ano de 2017, pediu ao seu Arcebispo, Dom Mauro Aparecido dos Santos, para fazer uma experiência missionária antes de continuar os estudos para o sacerdócio. O pedido foi acolhido e no dia 28 de janeiro de 2018, numa celebração eucarística na Catedral de Cascavel, ele foi enviado para a Missão São Paulo VI, na Guiné-Bissau, África.

Desde março de 2018, Gabriel compôs a comunidade de missionários paranaenses na cidade de Quebo e foi o responsável pela liturgia, pela formação de catequistas, pela celebração da Palavra nas tabancas e na missão (quando faltava o padre), preparou o primeiro grupo de coroinhas da comunidade e ainda lecionou filosofia e psicologia na escola de uma missão protestante.

Dom Mauro disse estar muito feliz como Arcebispo de Cascavel pela experiência missionária do seminarista Gabriel: “A ida dele para a Guiné-Bissau, em sintonia com o nosso Regional Sul 2, foi de uma forma muito reveladora de Deus, por que partiu dele esta iniciativa e eu penso que Deus tocou no coração dele esse espírito missionário. E para nós, Igreja particular de Cascavel, foi uma experiência de comunhão por que sempre estávamos em contato com ele e os nossos seminaristas e nossos padres sentiam esse orgulho de ter alguém de nossa Arquidiocese em missão na Guiné-Bissau. O seu retorno vai ser um momento de muito conhecimento para nós com a partilha de sua experiência”.

Gabriel é o primeiro seminarista enviado para a Missão São Paulo VI, na Guiné-Bissau, África. Esta missão, que é de responsabilidade da Igreja do Paraná, começou em 2014 e, desde então, vários missionários já foram enviados para viver entre o povo guineense e atuar nas dimensões da saúde, educação e evangelização. Para saber mais, acesse: www.cnbbs2.org.br/africa

(Por: Karina de Carvalho – Assessora de Comunicação CNBB Sul 2)

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar