ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Prefeitura pode assumir transporte caso Pérola interrompa serviço, afirma prefeito Cesar Filho

Segundo o prefeito, município trabalha para manter do serviço de transporte coletivo, mas não descarta possibilidade de empresa parar de rodar.

02/06/2020

Ouça no player | Reportagem: Cléber Moletta

Em entrevista à Rádio Cultura o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho (Podemos), não descartou a possibilidade de a prefeitura assumir a concessão e realizar o serviço de transporte caso a empresa Pérola do Oeste deixe de rodar, possibilidade anunciada em maio. “No limite, se isso acontecer, nós vamos encampar a concessão e prestar o serviço, mas essa é uma situação limite, o pior dos mundos. Não é o cenário que a gente avalia, não é o que queremos”, afirmou o prefeito.

Desde que medidas de enfrentamento da pandemia de coronavirus começaram a ser adotadas em Guarapuava, no dia 17 de março, o volume de passageiros do transporte coletivo diminuiu e a empresa teve que restringir sua operação. O resultado, segundo a concessionária Pérola do Oeste, foi um prejuízo de R$ 1,6 milhões acumulados nos meses de março e abril. Para não parar, a empresa pede um subsídio.

Na avaliação do prefeito, a empresa pode buscar ajuda financeira em bancos para superar a dificuldade momentânea. Ou, utilizar eventuais reservas de contingência.

“Uma concessão como essa tem que ter um reserva de contingencia, no seu planejamento, para um momento de dificuldade como esse. Querer colocar a faca no pescoço pra dizer que se eu não responder em dez dias ela vai parar, não é bem assim. Existe um contrato, com uma série de responsabilidades”, afirmou.

O município recebeu quatro pedidos da empresa. Um de reajuste e outros três com providencias para amenizar os problemas financeiros, dentre eles o subsídio. Antes de decidir sobre eles, o município afirma que cobrou novas informações da empresa vai checá-las. “Tudo isso nós vamos checar, não vamos aceitar como vem”, afirmou o prefeito.

A equipe de jornalismo da Rádio Cultura preparou uma série de reportagens sobre o caso.

Acesse nos links:

Pérola apresentar números e pede R$ 1,4 milhão para manter serviço

Cesar Filho afirma que vai checar números da Pérola e avaliar legalidade de subsídio

Prefeitura pode assumir transporte caso Pérola interrompa serviço, afirma prefeito Cesar Filho

Prefeitura de Guarapuava não divulga dados do transporte coletivo

Empresas buscaram Justiça para garantir subsídios ao transporte coletivo

 

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar