ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Polícia realizou na região a Operação Combate II

Além do crime em geral, o objetivo foi verificar se as medidas sanitárias no combate ao novo coronavirus estavam sendo cumpridas.

13/07/2020

A Polícia continua trabalhando na fiscalização das medidas sanitárias impostas pelo governo para conter o avanço do novo coronavirus no Estado. 

No último sábado (11) foi realizada a Operação Combate II nas cidades de Guarapuava, Pinhão, Candói, Prudentópolis, Laranjeiras do Sul, Cantagalo,  Pitanga, Santa Maria do Oeste e Palmital. Além do crime em geral, o objetivo foi verificar se as medidas sanitárias estavam sendo cumpridas. 

Os 80 Policiais Militares do 16º BPM foram apoiados por Policiais Civís e ambientais, bombeiros militares, fiscais municipais e Vigilância Sanitária, funcionários da Guarda Patrimonial de municípios e pelo Conselho Tutelar.

Foram 800 pessoas abordadas,  65 carros vistoriados, 60 locais fiscalizados,  23 locais fechados,  22 locais notificados e 12 notificações de trânsito. 

Oito pessoas foram presas, quatro armas de fogo apreendidas. Além de munição e 12 Kg de maconha Apreendidas.

Durante essa operação um homem foi preso se passando por advogado de um bar, na região do Cedeteg. Ele disse ser advogado, mas não apresentou sua carteira da OAB nem forneceu o número aos policiais.

Durante a presença da fiscalização ele indagou o porque havia, nas palavras deles, um esquema contra a lanchonete. Ele disse que enquanto outros estabelecimentos estavam irregularidades, aquele já era visitado pela segunda vez. 

Confirmada a falsidade ideológica, o homem disse ser formado em direito em São Paulo. Ele foi levado para delegacia. 

Ainda na noite de sábado a PM acabou com uma festa na Palmeirinha. Mas, houve pancadaria e tiros, já que alguns participantes do evento investiram contra a polícia. 

A festa ocorria em uma casa na Rua João de Deus Biscaia. Além do som alto havia aglomeração, o que está proibido. Os PMs pediram o encerramento da festa, mas os presentes começaram a questionar a ordem. 

Eles tinham pedaços de madeiras, pedras e um deles uma faca. Mesmo com disparos de alerta em direção ao chão, um homem de 20 anos, de posse de uma faca, continuou a avançar em um dos policiais, seguido pelos demais. 

Segundo o relatório da PM, nesse momento um PM precisou efetuar um disparo de arma de fogo, atingindo na perna direita do cidadão armado com a faca.

Mesmo assim, a confusão continuou. Outras pessoas investiram no outro policial, tentando tomar sua arma. Um adolescente, de 16 anos, pegou uma pedra para acertar na cabeça do policial, acertando-lhe o braço. O PM também atirou e acertou a perna esquerda do adolescente.

Os feridos por tiro foram socorridos pelo Samu e levados para o Hospital Santa Tereza. Alguns participantes fugiram e outros levados para assinatura de termo circunstanciado.

 

 

Foto: Corpo de Bombeiros - Redes Sociais

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar