ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Polícia Federal cumpre mandado contra suspeito de invadir sistema de delegacia, em Guarapuava

Alvo do mandado de busca e apreensão é o mesmo que gravou vídeo simulando invasão em escola de Guarapuava.

21/03/2019

A Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã de hoje (21) mandado de busca e apreensão na casa de Nicolas Lacheski. Ele é suspeito de ter invadido o sistema da Delegacia da PF em Guarapuava e usado sinal de internet da corporação sem autorização enquanto gravava um vídeo para seu canal no YouTube. Também é Nicolas o autor do vídeo simulando uma invasão à Escola Raul Henrique Lupatelli, mas o mandado de busca e apreensão não tem relação com a gravação na escola.

“A suspeita é que ele tenha invadido o sistema da delegacia, através da quebra de senha, então foi solicitado à Justiça Federal um mandado de busca no endereço dele”, disse à Rádio Cultura o delegado da PF Marcos Vinícius Mesquini.

Além da apreensão de computadores e celulares em sua casa, no bairro Boqueirão, em Guarapuava, Nicolas e sua mãe foram conduzidos até a sede da Polícia Federal para prestarem depoimento. Ambos serão liberados depois de ouvidos pelo delegado. A reportagem já procurou a família para ouvi-los, mas ainda não teve retorno.

Leia também:

Homem publica vídeo invadindo escola de Guarapuava para jogar CS com irmão

"Aconteceu a tragédia em Suzano e eu sabia que um vídeo como esse repercutiria bastante", disse "invasor" de escola em Guarapuava

Ministério Público vai pedir providências criminais contra invasor de escola

 “Dia 8 de março desse ano o indivíduo (Nicolas) chegou aqui na sede da PF com um notebook na mão e pediu ao vigilante para usar a internet da delegacia, o funcionário não permitiu, já que a senha é de uso exclusivo dos servidores. E ele, de forma jocosa, começou a utilizar o notebook jogando um jogo virtual e desafiando, inclusive, o terceirizado (vigilante)”, explicou o delegado Marcos.

Os equipamentos apreendidos serão encaminhados para perícia. O objetivo é confirmar se houve invasão de algum sistema da Polícia Federal.

Sobre o polêmico vídeo no qual Nikolas simula uma invasão à Escola Raul Lupatelli o delegado Marcos esclareceu que não há relação com a operação de hoje (21). “Essa operação visou essa suspeita de que ele tenha quebrado nosso sistema e utilizado a nossa rede sem permissão”, disse.

No vídeo em que aparece jogando CS (Counter-Strike) na delegacia da Polícia Federal de Guarapuava Nikolas aparece fazando diversas ameaças e ofensas, sobretudo contra a polícia. O conteúdo do vídeo, a princípio, não é considerado crime, segundo o delegado.

Maconha

Durante o cumprimento do mandado foi localizado uma pequena quantidade, ainda não especificada, de maconha. Em relação a essa apreensão será lavrado um Termo Circunstanciado.

Nota PF

A Polícia Federal cumpriu nesta manhã (21/03) mandado de busca e apreensão no Bairro Boqueirão, em Guarapuava/PR. Referido mandado foi expedido pela 1ª Vara Federal de Guarapuava para apuração da eventual prática dos crimes previstos nos Artigos 154-A e 155, parágrafo 3º, ambos do Código Penal, tendo em vista que em 08/03/2019, indivíduo teria invadido ou tentado invadir o sistema de internet da Delegacia de Polícia Federal em Guarapuava/PR, posteriormente divulgando o respectivo vídeo no Youtube, em evidente desprestígio à instituição policial. Na residência do suspeito foram apreendidos computadores, celulares, mídias e pequena quantidade de maconha. Em razão disso o indivíduo foi conduzido à sede da Polícia Federal em Guarapuava/PR, para prestar esclarecimentos em relação aos fatos apurados referente ao vídeo postado na rede mundial de computadores, bem como para lavratura do Termo Circunstanciado referente ao Art. 28 da Lei 11.343/2006 (Lei de Drogas). 

Foto/vídeo: Cléber Moletta/Rádio Cultura.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar