ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Polícia de Michigan, nos EUA, investiga possível golpe sofrido por Aretha Franklin no fim da vida

11/01/2019

A polícia de Michigan, nos Estados Unidos, está investigando o desaparecimento de alguns bens valiosos e de vastas somas de dinheiro das contas pessoais de Aretha Franklin semanas antes da morte da cantora, em agosto do ano passado, de acordo com documentos sigilosos obtidos pelo pessoal do site “TMZ.com”. A suspeita é de que alguém próximo da rainha do soul tenha tirado proveito da saúde debilitada dela em seus últimos meses de vida para acessar suas finanças sem a devida autorização.

O valor total do suposto prejuízo ainda será calculado, mas é coisa de milhões de dólares. Franklin nunca foi estranha aos problemas financeiros e inclusive chegou a “quebrar” em mais de uma ocasião, geralmente por causa de dívidas com o fisco americano. A propósito, o “Leão” dos EUA ainda espera receber cerca de US$ 6,3 milhões (R$ 23,4 milhões) dos administradores do espólio da intérprete de “Respect” em impostos atrasados.

Franklin morreu aos 76 anos, depois de oito lutando contra um câncer que resultou em sua completa dependência de terceiros no final. Sem nunca ter providenciado um testamento, ela deixou uma fortuna estimada em US$ 80 milhões (R$ 296,7 milhões) que consiste basicamente de imóveis e está em processo de ser herdado pelos quatros filhos da estrela musical.

(Fonte: Glamurama)

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar