ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Paraná esteve bem representado no 4º Congresso Vocacional Nacional

Participantes do evento refletiram sobre o tema: Vocação e Discernimento.

10/09/2019

Entre os dias 5 e 8 de setembro aconteceu em Aparecida (SP), no Centro de Eventos do Santuário Nacional, 4º Congresso Vocacional do Brasil. O evento teve a representatividade de todas as regiões do Brasil, com a presença de 680 pessoas. Bispos, padres, religiosos e religiosas, coordenadores diocesanos da Pastoral Vocacional e do Serviço de Animação Vocacional refletiram sobre o tema: Vocação e Discernimento, iluminados pelo lema bíblico: “Mostra-me, Senhor, os teus caminhos” (Sl 25,4). Os assessores do Congresso foram o Padre Amedeo Cencini, sacerdote italiano Canossiano, e o Padre Ângelo Mezzari, sacerdote Rogacionista.

Em sua conferência, Padre Ângelo retomou a caminhada da Pastoral Vocacional no Brasil, a partir dos três Congressos Nacionais anteriores, do Ano Vocacional, da instituição do mês de agosto como mês vocacional, em 1983. Em seguida, falou sobre os rumos da Pastoral Vocacional hoje. Já o Padre Amedeo, refletiu sobre a questão da juventude, a partir do que foi proposto no Sínodo para a juventude, que aconteceu em outubro de 2018. Segundo o sacerdote, com a atual configuração do mundo, com as redes sociais digitais, a fé passa por mudanças, assim como a juventude, que precisa de um processo de discernimento. Antes, a pessoa se tornava católica por tradição familiar, hoje se é católico por convicção, ou seja, o jovem adere a fé se perceber que ali vale a pena gastar a vida. O cenário, no entanto, precisa ser olhado com entusiasmo e alegria, pois possibilita que a fé seja acolhida e vivida em primeira pessoa.

Além das conferências principais, os participantes tiveram momentos de partilha, com trabalhos de grupo, várias oficinas, e celebrações. A missa de abertura foi presidida pelo presidente da CNBB, Dom Walmor de Oliveira, e a missa de encerramento pelo bispo referencial para a Pastoral Vocacional no Brasil, Dom José Albuquerque.

O Regional Sul 2 da CNBB teve a representação de cerca de 30 pessoas, dentre elas o bispo de São José dos Pinhais e referencial para a Pastoral Vocacional no Paraná, Dom Celso Antônio Marchiori, o bispo de Paranavaí, Dom Mário Spaki, e o coordenador regional da Pastoral Vocacional, Padre Elizando Spillere.

Para o padre Elizandro, foi muito marcante a convivência com pessoas de todo o Brasil, “partilhando sobre suas experiências, sobre a caminhada vocacional, as angustias diante da questão vocacional, a presença dos bispos, cardeal e dos referenciais dos regionais”. A coordenação do Regional Sul 2 teve ocasião para se reunir com Dom Celso para dialogar sobre o futuro da Pastoral Vocacional no Paraná. “Percebemos a necessidade de fortalecer as equipes diocesanas e paroquiais, também a necessidade de dar atenção ao tema “vocação e discernimento” na caminhada que temos em nosso Regional e fortalecer a ação evangelizadora: Cada comunidade uma nova vocação”, enfatizou o sacerdote.

Dom Mário Spaki apresentou o testemunho sobre o desenvolvimento da ação evangelizadora: “Cada Comunidade uma Nova Vocação” em várias Arqui/Dioceses do Brasil e até no exterior, e a avaliação dos congressistas foi muito positiva. Na ressonância de vários grupos saiu a necessidade de fortalecer a oração pelas vocações nas comunidades, o que é proposto por essa ação. “Percebi que esse Congresso atingiu em pleno seus objetivos. Primeiro pela grande participação, depois pelas conferências altamente qualificadas, pelos momentos de partilha que foram muito bonitos, pelos cantos, especialmente o hino, que foi composto por Dom Pedro Brito Guimarães, as celebrações e as oficinas. Minha avaliação é das melhores, o Congresso atingiu seu objetivo, foi muito bem coordenado, conduzido e participado”, disse Dom Spaki.

Como fruto do Congresso será publicado um texto final, fruto da partilha e reflexão dos grupos. Em resumo, os congressistas destacaram dez pontos chave que devem ser abraçados pela Pastoral Vocacional no Brasil: 1. Toda paróquia tenha sua equipe vocacional! 2. A cultura vocacional seja contagiante! 3. Uma pastoral vocacional em saída, para estar junto e nos misturar com os jovens! 4. Envolvendo a catequese e em sintonia com a pastoral juvenil! 5. Comunicando a alegria da vocação na cultura digital! 6. Que as congregações caminhem junto com as dioceses! 7. Todo padre, consagrado e consagrada seja um apaixonado pelas vocações! 8. Temos pela frente o desafio do acompanhamento personalizado dos vocacionados. 9. A Ação Evangelizadora Cada comunidade uma nova vocação cresça sempre mais! 10. Que o Brasil se torne um imenso santuário espiritual de oração pelas vocações!

(Karina de Carvalho – Assessora de Comunicação / Foto: Facebook Pastoral Vocacional do Brasil)

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar