ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Missa da Quarta-Feira de Cinzas marca o início da Quaresma na Paróquia Bom Jesus

Outro momento que marcou a celebração foi a explicação sobre a Campanha da Fraternidade (CF2020) conduzida por Meriele Haçul.

27/02/2020

O tempo da Quaresma começa com a celebração da Quarta-Feira de Cinzas e marca também o início da Campanha da Fraternidade.

Na Bom Jesus a comunidade reuniu-se às 19h, desta quarta-feira (26), na Igreja para a Santa Missa e após a celebração aconteceu o rito da bênção e imposição das cinzas.

Em sua homilia, refletindo o Evangelho, Frei Eduardo Gomes Cesare disse que Quaresma é um tempo que “nos ajuda a repensar a nossa história, nossa trajetória de vida cristã e como nós estamos vivendo”, e sublinhou: “não podemos ser como os hipócritas!”.

“Do pó viestes, ao pó voltarás” também fez parte da reflexão de Frei Eduardo: “Temos que ser conscientes de que não estamos aqui para sempre e que um dia nós vamos nos apresentar à frente de Deus, com o que nós construímos, com o que nós enchemos as mãos”, frisou.

“Quaresma é um tempo para dar valor àquilo que tem valor, ao que é importante: o caminho de Deus”, disse o Frei.

Outro momento que marcou a celebração foi a explicação sobre a Campanha da Fraternidade (CF2020) conduzida por Meriele Haçul, coordenadora do CPP. Ela iniciou sua fala explicando que a Campanha da Fraternidade vai além do período da Quaresma. “Inicia hoje e segue até a Quarta-feira de Cinzas do próximo ano”.

 

Campanha da Fraternidade 2020

A Campanha da Fraternidade 2020, tem como tema  “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34).

De acordo com o texto-base da campanha, a realidade mostra que será necessário empreender muitos esforços para que realmente a vida esteja em primeiro lugar.

No Brasil, 22,6% das crianças e adolescentes de 0 a 14 anos vivem em extrema pobreza, além disso, 2,5 milhões de crianças e adolescentes até 17 anos trabalham, mais de 11,7 mil crianças e adolescentes foram vítimas de homicídio em 2017 e 3 milhões de domicílios estão em favelas e aqui mostra-se só alguns exemplos.

Essa invisibilidade e exclusão também parece não ter sofrido alterações desde 2007. Além disso, o desemprego atingiu no primeiro trimestre de 2019, 12,7% da população, sem falar nos acidentes de trânsito e nas rodovias, as sucessivas agressões aos povos indígenas, os conflitos por terra e água, a violência e o feminicídio crescente.

A banalização da vida também alcançou o mundo virtual por meio das Fake News, dos perfis falsos e da disseminação de conteúdos de calúnia. Esse cenário é crescente e vem ceifando vidas . Segundo o texto da CF, é preciso ficar atento para não corrermos o risco de nos perder na dinâmica perversa que atinge as redes sociais.

Os vínculos que definem o ser humano como um ser que sempre está em relação com o próximo estão cada vez mais frágeis em uma organização social que incentiva o individualismo e chega até mesmo ao egoísmo.

A pobreza se alastra e se manifesta de inúmeras formas. Da fecundação à morte, a vida é atingida em muitos sentidos e de diversas formas, pois então pode-se entender que é a crise do sentido que gera a desesperança.

 

A Paróquia Bom Jesus, em Guarapuava, fica no Jardim Pérola do Oeste, na rua das Violetas 93.

 

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar