ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Manutenção do Aeroporto de Guarapuava vai custar R$ 150 mil por mês

Despesa será paga com recursos do município, já arrecadação do próprio aeroporto é pequena. A informação é da gerência do aeroporto.

06/12/2019

O Aeroporto Tancredo Thomas de Farias, em Guarapuava, vai custar R$ 150 mil por mês, segundo estimativa da gerência do local. Parte dos custos vai pagar empresas terceirizadas que vão prestar serviços no local. Como não há previsão, inicialmente, de receitas elevadas na própria operação, o déficit do aeroporto vai ser pago com dinheiro do município, responsável pelo local.

A inauguração do aeroporto está prevista para amanhã (7) com a chegada do voo da Azul Linhas Aéreas na rota Campinas-Guarapuava. O voo será semanal, sempre aos sábados. Segundo a companhia aérea em março de 2020 a frequência deve ser de cinco voos semanais.

A operação do Serviço da Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA) será terceirizada e vai custar R$ 40 mil ao mês. A EPTA é uma estação que reúne e repassa informações meteorológicas do solo para as aeronaves. O equipamento foi comprado pela Prefeitura por R$ 700 mil.

O serviço de inspeção e embarque também será prestado por uma empresa. Os equipamentos são próprios.

A estimativa é que cerca de 30 pessoas trabalhem diretamente no aeroporto. O número inclui servidores do administrativo e operacional.

Esse custo não deve variar com o número de voos. Ou seja, o custo para manter um voo semanal já previsto será o mesmo em caso de aumento na frequência das viagens.

Receitas

As taxas de embarque, pouso e decolagem serão fontes de receita para manutenção do aeroporto. Os valores das taxas anda não foram definidos.

Outra fonte de arrecadação são as concessões de três espaços para empresas. A perspectiva da administração é manter no aeroporto, por meio de concessão, uma locadora de veículos, uma lanchonete e uma agência de viagens. A licitação para conceder o espaço da lanchonete já foi realizada, mas não teve empresa interessada.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar