ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Em Guarapuava, quase mil pessoas foram demitidas após início da pandemia

Comércio liderou queda, mas praticamente todos os setores da economia tiveram redução de vagas.

29/05/2020

Dados do Ministério da Economia revelam que em março e abril 969 empregos com carteira assinada foram extintos na cidade de Guarapuava. Somente em abril o saldo negativo foi de 700 empregos. A queda é resultado da crise econômica causada pela pandemia de novo coronavirus e segue a tendência nacional.

No acumulado do ano, de janeiro a abril, o saldo negativo fica um pouco menor, em 722. Isso porque os meses de janeiro e fevereiro geram 247 novas vagas.

Especificamente nos meses de março e abril o comércio foi disparado o setor que mais demitiu. O saldo negativo é de 458 vagas. Nesses meses as lojas tiveram que fechar as portas ou trabalhar com restrições, conforme decretos municipais e estaduais determinaram.

Mesmo a construção civil, que não precisou parar, diminuiu em 147 o número de postos formais de trabalho.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar