09/02/2017 09:00:00 - Regional

Laranjeiras do Sul: Morador é ordenado padre em Roma

Conforme destacou, desde cedo sentiu que tinha vocação para o sacerdócio e passou a conhecer melhor os trabalhos desenvolvidos principalmente pelos missionários.



No dia 10 de dezembro de 2016, Mairon Wesley Gavlik Mendes, da cidade de Laranjeiras do Sul, foi ordenado padre pela congregação Legionários de Cristo. A cerimônia foi realizada em Roma, na Basílica Papal, São João de Latrão e contou com centenas de pessoas, além da presença de familiares do sacerdote que viajaram para participar do evento. O cardeal Dom Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano foi quem concedeu a Ordem ao novo sacerdote.

Padre Mairon nasceu no dia 26 de setembro 1985 em Laranjeiras do Sul. Ele tem um irmão mais novo, além de vários primos. Segundo contou, seus pais sempre participaram da Igreja ativamente. Ele considera que teve uma infância feliz, sempre participando de esportes e eventos religiosos junto à comunidade.

Conforme destacou, desde cedo sentiu que tinha vocação para o sacerdócio e passou a conhecer melhor os trabalhos desenvolvidos principalmente pelos missionários. “Desde pequeno, tive a oportunidade de conhecer bons sacerdotes, homens de Deus a serviço dos próprios irmãos. Impressionavam-me, de modo especial, aqueles missionários que deixavam a própria terra para levar o amor de Deus onde faltavam sacerdotes. Não precisei ir muito longe para saber desta realidade. Eu conhecia vários lugares onde, por falta de sacerdotes, não se rezavam missas. Naqueles instantes, eu me via pensando: ‘se eu fosse sacerdote, poderia ajudar essas pessoas’. Um dia, conheci um padre missionário que me impressionou pelo seu modo de ser. Era um sacerdote da Congregação Legionários de Cristo que dava acompanhamento a jovens que estavam pensando em entrar para seminário. Quando fiquei sabendo disto, perguntei a ele se eu também poderia fazer uma experiência vocacional para ver se aquilo era para mim. Tive que esperar, pois era muito jovem. O tempo foi passando e a juventude trouxe outros interesses. Contudo, sabia que em algum momento da minha vida, deveria fazer uma experiência vocacional no seminário daquele padre para ter certeza do que Deus tinha pensado para mim, do que eu queria fazer com minha vida”, descreveu.

Padre Mairon lembra que quando a oportunidade surgiu, ele foi convidado a conviver um mês com os padres daquela congregação. Ele conta que muitos dos amigos e conhecidos duvidavam que ele permanecesse na instituição por mais de trinta dias. “Eu era um jovem que gostava mais de esportes, passear, sair com os amigos, fazer festa. Externamente, meu perfil não era muito de oração. Ademais, estava a quase 400 quilômetros da minha casa, o que implicaria ficar longe dos pais. Aquilo não parecia ter muito futuro. Mas eu queria fazer aquela experiência. Foi muito boa. Experimentei a presença muito próxima de Deus e de Nossa Senhora, a quem desde pequeno, fui devoto. Também me senti em casa, numa nova família”, relembrou.

Depois da experiência, padre Mairon contou que decidiu permanecer no seminário e estudar cada vez mais com o intuito de ser oordenado.

Vários anos se passaram e a certeza da vocação sacerdotal continua latente, conforme contou o padre. Ele também disse considerar a congregação como sua segunda família.

“A Legião de Cristo foi a segunda família que Deus pensou para mim. Ali, pude conhecê-Lo mais, experimentar Seu amor, viver a realidade da Igreja que é um corpo feito de muitos membros, mas alimentados pelo mesmo espírito vital e guiados pela mesma cabeça que é Cristo. Sobretudo, sempre me identifiquei com o carisma do Regnum Christi, que é viver como apóstolo, formando outros apóstolos", refeltiu.  

Padre Mairon disse que se sente realizado por ter descoberto sua vocação e destaca que ser padre é para ele, motivo de muitas felicidades.

No dia 25 de dezembro de 2016, dia de Natal, o sacerdote rezou sua primeira missa no Brasil. A celebração foi realizada às 19 horas, na Igreja Matriz, Sant’Ana, em Laranjeiras do Sul, sua terra natal.

O novo sacerdote passa a desempenhar suas funções na cidade de Santa Isabel, em São Paulo.  

Diopuava