03/02/2017 09:21:00 - Regional

Irati: Agricultores têm dia de campo do projeto Centro-Sul de feijão e milho

Parceria de organizações públicas e privadas traz novas tecnologias para serem aplicadas na produção agrícola.



Na tarde de quarta-feira (1), foi realizado mais um dia de campo pelo projeto Centro-Sul de feijão e milho em Irati. O encontro, que aconteceu na comunidade da Barra Mansa com agricultores familiares de várias localidades, visou mostrar novas tecnologias de cultivo para aprimorar a produção dos grãos.

O encontro, que reuniu cerca de 50 agricultores familiares de várias comunidades, foi promovido em uma parceria da Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar de Irati, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Syngenta, Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Além disso, também contou com a colaboração da comunidade, pois um dos experimentos foi realizado na propriedade de Gilberto Fillus, na Barra Mansa.

Na primeira bateria, foram apresentados experimentos com duas variedades de feijão tuiuiú pelo Iapar e esteio pela Embrapa com demonstrativo de produtos da Syngenta, visando mostrar novas tecnologias aos agricultores. “Essas parcerias consolidadas de tecnologia mostram o que há de melhor para o produtor. Esse projeto já existe há 26 anos e tem o foco de qualificar, ainda mais, a agricultura familiar”, disse o gerente da Emater de Irati, Flavio Cardoso D’Angelo.

A segunda bateria trouxe ideias de vários locais do Paraná com entidades privadas e públicas. Foi apresentado um trabalho sobre a utilização do rhízobium (fixação de nitrogênio) na cultura de soja. Já, a terceira temática ficou por conta da equipe da Agricultura de Irati que apresentou quais os serviços está realizando no município e o que pretende implantar de ações. “Nós estamos levando motivação para que o agricultor venha buscar esses projetos para a diversificação de culturas”, comentou o secretário Raimundo Gnatkowski.

“O que nós buscamos é mostrar as tecnologias de ponta para que ela contribua com o agricultor familiar, protegendo também o meio ambiente, redução de custos e aumentando a produtividade”, comenta o gerente regional da Emater, Amilcar Afonso Marques. Ele também lembra que toda a sociedade ganha com essas melhorias.

PRESENÇAS

Quem também participou do encontro foi o coordenador José Miguel Auer, a Cooperativa de Crédito Rural (Cresol) e equipes da Emater e da Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar de Irati.