07/01/2016 - Colunistas

Partícula de Deus na espera

Por Jossan Karsten

Sou a soma de partículas que se aglomeram.

Sou tempo vivido deixado para trás numa saudade.

Pedaços de átomos eu sou e me regenero.

Vastidão de células me compõe. Corpo tocável.

 

Em cada movimento, ciência, devaneio e poesia.

Latência descrita em arrepios inexplicáveis.

Juntam-se partículas e me formam numa longa espera.

Ando tropeçando em átomos por aí. Sorrio ao cambalear.

 

Poeira de estrelas também está em mim. Absorvo luz.

Partículas de Deus me preenchem as lacunas que são muitas.

Não sei do que é composta minha alma, só sei que ela me acompanha.

Talvez de gotículas de água ou de luz difusa num ambiente âmbar...

 

Parto rumo ao nada todos os dias. Vou sorrindo nesta incerteza.

Sangue correndo nas veias, nas células me é amuleto da sorte.

Rega-me o desejo de vida plena e caminho pela eternidade.

Posso ser minúsculo, mas existo em minha particularidade.

 

Ultrapasso paredes com meu pensamento que às vezes é obscuro.

Visão noturna me cega o dia cansativo e me faz relaxar.

Procuro não olhar para trás e prosseguir no arrastar dos chinelos.

Um dia me desintegrarei e voltarei ao começo, pois sou partículas.

 

Jossan Karsten

 

[Jossan]