ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Cursos especiais preparam bombeiros do Paraná para situações extremas

Profissionais passam por treinamentos especiais que os preparam para agir de forma rápida e eficiente sempre que precisam atender situações complexas, muito além do combate a incêndios.

20/08/2019

Uma busca que exige mergulhos em locais profundos, salvamento em áreas remotas ou em montanhas e o resgate a pessoas soterradas. Estes são alguns exemplos de situações extremas que exigem uma atuação especializada do Corpo de Bombeiros. No Paraná, os profissionais passam por treinamentos especiais que os preparam para agir de forma rápida e eficiente sempre que precisam atender situações complexas, muito além do combate a incêndios. Foi o que aconteceu no início deste ano, quando uma equipe do Corpo de Bombeiros do Paraná foi destacada para ajudar nas buscas de vítimas da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais.

Além de peritos e profissionais da Defesa Civil, a equipe também contou com militares com formação no curso de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas. O major Daniel Lorenzetto, comandante do Gost, Grupo de Operações de Socorro Tático do Corpo de Bombeiros, e um dos instrutores dos cursos, explica que todas as ocorrências dos Bombeiros demandam algum tipo de especialização. O treinamento para casos de soterramento envolve simulações com bonecos em construções em processo de demolição.

Outro curso especializado do Corpo de Bombeiros é o de Mergulhador Autônomo. A capacitação dá a formação necessária para situações diversas de buscas, como uma prova de crime que é jogada em um lago profundo ou um acidente com vítimas em uma represa. O Corpo de Bombeiros já formou cinco turmas de operadores nesta modalidade, em cursos de dois meses, que envolvem capacitações em diversas regiões e mergulhos em navios naufragados, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Entre as especializações já ofertadas, também estão a de Negociador e Socorro em Regiões de Montanha e Áreas Remotas. Cada curso tem variação de duas semanas até quatro meses. Para ampliar ainda mais as qualificações, a Corporação está construindo uma Escola de Bombeiros, localizada na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar