ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Contas públicas fecham quadrimestre em equilíbrio em Guarapuava

Último quadrimestre se manteve estável, mas receita caiu muito em abril, como reflexo da pandemia.

29/05/2020

A arrecadação do município de Guarapuava caiu no mês de abril, mas na soma dos quatro primeiros meses de 2020 se manteve em equilíbrio. Com o indicativo de queda nos próximos meses o secretário de Finanças, Diocesar Costa de Souza, afirmou que a prefeitura deve se adaptar para conter a perda de receita.

Enquanto nos três primeiros meses a arrecadação se manteve sempre acima de R$ 40 milhões, em abril caiu para R$ 31 milhões. Reflexo dos impactos econômicos causados pela pandemia.

“O que nós tivemos também foi um aumento de despesa no mês de abril, tivemos que comprar equipamentos de proteção individual para os servidores, pagamos horas extras, e isso gerou um déficit de R$ 2 milhões no mês de abril, mas não poderíamos deixar de fazer esses incrementos porque o momento é urgente”, afirmou durante a audiência pública de prestação de contas o secretário de Finanças, Diocesar Costa de Souza.

No entanto, no acumulado do quadrimestre o resultado foi positivo. Um superávit de R$ 24,6 milhões. O valor não considera os restos a pagar, ou seja, despesas já feitas que serão pagas depois.

Limite prudencial

O índice de gastos com folha de pagamento está em 52,22% da receita. O limite legal é de 54%. O índice apresentado pelo secretário corresponde ao período de um ano, não somente dos quatro primeiros meses do ano.

Arrecadação

O ICMS repassado ao município pelo Estado chegou a quase R$ 24,3 milhões. Um acréscimo de R$ 768 mil na comparação com o mesmo período do ano passado, mas sem considerar as perdas inflacionárias.

Já do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) Guarapuava recebeu R$ 22,6 milhões. Do Fundeb, um recurso específico para manter a educação básica, o município recebeu R$ 24,8 de janeiro a abril.

Outra importante fonte, o percentual do IPVA, chegou a marca de R$ 23,9 milhões. O IPTU rendeu 13,9 milhões.

O ISS teve um grande impacto das medidas de adiamento da cobrança por parte do Governo Federal. Como algumas empesas não precisam pagar o tributo agora, a arrecadação ficou em R$ 12,6 milhões.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar