ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Comunicadores católicos do Brasil manifestam apoio ao Papa Francisco

A carta teve a adesão de 82 comunicadores das cinco regiões do Brasil.

29/09/2018

Um grupo de comunicadores católicos brasileiros escreveu uma carta endereçada ao Papa Francisco na qual manifestam sua “irrestrita adesão e proximidade” ao Pontífice no exercício de seu ministério petrino.

“Nos últimos dias, tentativas de fragilizar a imagem do Sucessor do Apóstolo Pedro exigem de nós um posicionamento filial, objetivo e público que concretize nossa comunhão a Vossa Santidade. É uma exigência que nos vem em primeiro lugar pela fé que professamos em vossa autoridade. Mas também é uma exigência profissional, uma vez que devemos ter compromisso e responsabilidade com a verdade. Entendemos, desta forma, que estamos colaborando na construção de um ‘jornalismo de paz’”, diz a carta datada de 5 de setembro.

A carta teve a adesão de 82 comunicadores das cinco regiões do Brasil, entre assessores de comunicação e imprensa de arquidioceses, dioceses, congregações, institutos de vida consagrada e outros organismos e instâncias eclesiais, agentes da Pastoral da Comunicação e profissionais das mídias da Igreja, contratados ou voluntários, clérigos, religiosos e clérigos, que trocam, diariamente por meio de redes sociais, “reflexões, angústias, sonhos, projetos e contribuições mútuas que visam à construção de uma comunicação cada vez mais conformada às orientações da Igreja”.

Os comunicadores reafirmaram o compromisso e a responsabilidade de realizar a boa comunicação que, como ensina o próprio Papa, “seja expressão de proximidade e tenha capacidade de construir pontes, favorecendo a ‘cultura do encontro’”.

“Diante das frágeis e inconsistentes denúncias publicadas nos Meios de Comunicação nos últimos dias, na convicção de que Vossa Santidade – escolhido e guiado pelo Espírito Santo – continuará a ser uma voz crível em um mundo necessitado de gestos concretos de paz, respeito e amor, renovamos o nosso compromisso de combater todas as fakenews e de defender sempre a verdade que, para nós, católicos, não é uma ideia, mas o encontro com uma pessoa, o próprio Jesus Cristo. Somente esta Verdade é capaz de libertar e dar a vida”, ressalta a carta.

 

Texto: Fernando Geronazzo

Clique no anexo para acessar a carta

 

 

Anexo [download]

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar