200 anosigrejanossa senhora de belém

fé /// história /// devoção
»» home

A instalação da Igreja de Nossa Senhora de Belém

Os fatos que levaram a criação oficial da Freguesia de Nossa Senhora de Belém, a igreja em Guarapuava, há 200 anos.

25/10/2018

Nos primeiros meses do ano de 1818 o padre Francisco das Chagas Lima viajava para São Paulo, capital da Província, para solicitar ao bispo Dom Matheus de Abreu Pereira a criação oficial da igreja nos Campos de Guarapuava. Padre Chagas chegou no ano de 1810, acompanhando a Real Expedição que iniciou o povoamento da região. Depois de oito anos trabalhando na catequese dos índios e com o sucesso da expedição de ocupação do território - depois de algumas missões fracassadas, o vigário sente a necessidade de criar formalmente a igreja. Sua ida para São Paulo é um primeiro ato para que no dia 11 de novembro daquele mesmo ano – 1818 – fosse criada a Freguesia de Nossa Senhora de Belém.

O pedido de padre Chagas é levado pelo Bispo Mateus ao conhecimento do rei de Portugal, Dom João VI. Naquela época o Estado interferia nas decisões administrativas da Igreja Católica, que era a Igreja oficial da Coroa – chamado de regime de padroado. É Dom João VI que decreta, em agosto, e depois autoriza, com alvará, a instalação da igreja: está criada em 11 de novembro de 1818 a Freguesia Nossa Senhora de Belém.

“Hey por bem Erigir no Lugar de Atalaya de Guarapuava hua Igreja Paroquial com o Titulo, e Invocação de Nossa Senhora de Belem, com Pároco, Vigário Collado, e hum Coadjutor”, diz um trecho do Alvará, respeitando a grafia da época.

Freguesia é a primeira instância administrativa adotada na época. É a maneira formal de chamar a igreja. E junto com a recém-criada Freguesia de Nossa Senhora de Belém cria-se uma estrutura administrativa para realização de vários registros civis como nascimentos, mortes, casamentos, reuniões públicas.

Leia também:

Voltar ao início

Foto: Alencar Souza.



Comentários