ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Em cinco dias, Guarapuava dobrou número de casos da Covid-19

Semana entre 29 de junho e 4 de julho registrou cem novos diagnósticos, dobrando o número de casos, segundo a Sesa.

13/07/2020

A cidade de Guarapuava levou três meses para chegar a 100 casos da Covid-19. A marca foi registrada no dia 29 de junho. Mas, para dobrar essa quantia foram apenas cinco dias. O caso número 200 da infecção pelo novo coronavírus foi confirmado dia 4 de julho. As informações são da Secretaria de Estado da Saúde.

O ritmo continuou acelerado na semana seguinte. De 5 a 11 de julho foram 68 casos novos, ainda segundo a Sesa. 

Primeiro caso

O primeiro caso da Covid-19 em Guarapuava foi confirmado em 26 de março. Em um mês, no dia 27 de abril, foram confirmados somente mais 9 casos. Passados dois meses do primeiro diagnosticado com o vírus, em 26 de maio, Guarapuava tinha a confirmação do 23º paciente com a Covid-19.
Três meses depois do primeiro caso em Guarapuava, no dia 26 de junho, eram 89 infectados na cidade. E foi a partir desta data que o crescimento das confirmações se tornou mais acelerado. 
O caso número cem foi registrado dia 29 de junho. O de número duzentos em 4 de julho. Ou seja, em cinco dias, cem novos pacientes com covid-19. A cidade demorou três meses para ter os primeiros cem contaminados por coronavirus e dobrou essa quantia em somente cinco dias.

Mortes

A primeira morte foi registrada no dia 9 de maio. Um homem de 72 anos. A segunda, dia 15 de junho. Um paciente, também masculino, de 57 anos. A terceira morte aconteceu no sábado dia 4 de julho. Um homem de 71 anos. 

Recuperados

152 pessoas já se recuperaram da covid-19 em Guarapuava, segundo a Secretaria de Estado da Saúde. São 78 mulheres e74 homens. 
A maioria dos que se recuperaram tem entre 20 e 49 anos. São 97 pacientes recuperados com essa idade. 

Segundo a Sesa, 12 pessoas que têm entre 70 e 79 anos foram contaminadas em Guarapuava. Dessas, 6 ainda estão doentes. Outras 4 se recuperaram e duas morreram. Todos os dados são da Secretaria estadual da Saúde.

Por que os dados da prefeitura são diferentes?

Os critérios utilizados para confirmação de casos utilizados pela Sesa podem ser diferentes dos que são usados por prefeituras. Além disso, as prefeituras são mais ágeis para incluir os dados de pacientes dos seus municípios nos respectivos boletins. 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar