ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Estiagem afeta nível dos rios e há risco de racionamento ou rodízio

O Rio Leão e o Arroio Simões, mananciais de abastecimento do município de Laranjeiras do Sul, e o Rio Ernesto e o poço que abastecem a população de Pitanga, estão com níveis bastante críticos.

29/04/2020

A Sanepar informa que, devido à estiagem que ocorre no Paraná, uma das mais intensas das últimas décadas, o nível de água de rios e poços em todo o Estado está sendo muito afetado. Em algumas regiões já há municípios onde foi necessário implantar sistema de rodízio. O Rio Leão e o Arroio Simões, mananciais de abastecimento do município de Laranjeiras do Sul, e o Rio Ernesto e o poço que abastecem a população de Pitanga, também estão com níveis bastante críticos.

A Sanepar pede que os moradores dessas duas cidades façam uso restrito da água. Há possibilidade de implantação de rodízios em Laranjeiras do Sul e em Pitanga caso a estiagem se mantenha e não ocorram chuvas significativas nas próximas semanas.

Uso inteligente e economia – O uso consciente e racional da água, neste momento, é imprescindível. Água tratada deve ser utilizada, prioritariamente, para alimentação e higiene. Não use água tratada para lavar pisos, carros, calçadas, telhados. Reutilize a água de lavagem das roupas para lavar pisos e tapetes. Reutilize a água de enxágue das roupas para regar jardins e plantas. Adie a lavagem de itens como cortinas e cobertores.

Na rotina diária, reduza o consumo. Ao lavar as mãos, escovar os dentes, lavar a louça e fazer a barba, deixe a torneira fechada e só abra quando necessário. Uma torneira aberta enquanto se escova os dentes, faz a barba ou ensaboa a louça gastar de 20 a 30 litros de água tratada por minuto. Guarde em bacias a água da lavagem de frutas e verduras para reutilizar em outras atividades. Tome banhos mais curtos: um banho de apenas 5 minutos gasta de 70 a 100 litros de água por minuto. Conserte torneiras e encanamentos que estejam vazando. Estima-se que uma torneira gotejando desperdiça de 45 a 100 litros de água por dia.

Imóveis sem reservatório domiciliar tendem a ficar mais tempo desabastecidos quando há falta de água na rede por algum motivo. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) orienta que os imóveis tenham caixa d’água com capacidade de, pelo menos, 500 litros (suficiente para atender à demanda básica de até quatro pessoas por residência).

A orientação é evitar desperdícios. A Sanepar conta com a participação de todos!

 

Foto: Rio Ernesto, em Pitanga, no ponto em que a Sanepar capta água para tratamento

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar