ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

7 anos de Pontificado: "Papa ajuda a perceber que amor deve prevalecer", diz Dom José Albuquerque

Bispo Auxiliar de Manaus foi entrevistado no Jornal Brasil Hoje nesta sexta-feira (13)

13/03/2020

Em 13 de Março de 2013 o argentino Cardeal Jorge Mario Bergoglio foi eleito Papa. Nestes 7 anos de pontificado, o Papa Francisco tem edificado a Igreja Católica com suas ações e seu testemunho. Entre exortações, cartas, audiências, reformas, Sínodos, viagens, Francisco tem se mostrado incansável na missão. E, neste momento de verdadeira provação para a Igreja e para o mundo, o Sumo Pontífice se mostra como um alicerce para toda humanidade.

Nesta sexta-feira (13), os apresentadores Cleber Molleta e Luiz Góes do Jornal Brasil Hoje, da Rede Católica de Rádio, conversaram com o Bispo Auxiliar de Manaus – AM, Dom José Albuquerque sobre o aniversário de pontificado do Papa Francisco e como ele tem acompanhando a sociedade neste momento difícil, com o avanço do Coronavírus no mundo.

 

Jornal Brasil Hoje: O aniversário de Pontificado do Papa Francisco, neste ano, acontece um momento bastante delicado para todo o mundo. E, mesmo diante destes desafios, o Papa sempre tem buscando a oração e a perseverança como refúgio. Que reflexão podemos tirar deste momento e da atitude do Pontífice?

Dom Albuquerque: Sim, hoje é um dia de ação de graças, a gente louva a Deus pelos 7 anos de pontificado do nosso Papa Francisco. Ele é muito amado e respeitado no mundo inteiro e justamente neste momento delicado da história da humanidade, quando estamos vivendo este clima de preocupação sobre a pandemia de Coronavírus. Nós estamos no tempo da quaresma, e neste tempo, no Brasil, estamos celebrando a Campanha da Fraternidade que nos traz o tema da Vida, estamos falando do valor da vida como um dom e compromisso. Então, nós estamos acompanhando a reflexão que o Papa está fazendo desde quando iniciou a quaresma, de que a gente precisa se dar conta de que a nossa vida é um dom, mas ao mesmo tempo é muito frágil e que precisamos sempre nos ajudar. Cuidar para que todos tenham dignidade, todos tenham acesso à saúde, todos possam ter direitos iguais. Então, o Papa tem nos ajudado a perceber que nas horas difíceis da vida o que deve prevalecer é o amor, a solidariedade, a ajuda mútua e é isso que está acontecendo. Francisco está nos acompanhando com a sua oração, celebrando diariamente e nas suas homilias está sempre nos dando força, coragem e esperança de que a gente vai superar este momento difícil que estamos passando.

 

Jornal Brasil Hoje: Pensando nestes 7 anos, que perfil define Papa Francisco?

Dom Albuquerque: O Papa tem sido um grande guia espiritual, revestido sempre por um espírito de comunhão eclesial, um pastor zeloso, que mesmo aos 83 anos é incansável, nas suas falas, em suas viagens. É um homem muito atento a realidade atual, um pai amoroso que sabe educar, sabe repreender, sabe chamar a atenção de todos, é uma voz profética, respeitada no mundo inteiro. É alguém que tem defendido muito a questão dos migrantes, o cuidado com a nossa comum, nós tivemos o Sínodo para a Amazônia em outubro do ano passado, e percebemos que, de fato, o Papa tem a Amazônia no seu coração, ama o Brasil, está sempre preocupado com tudo o que está acontecendo aqui em nosso país. É também um grande amigo das crianças e dos jovens, a gente percebe como ele sabe se comunicar, sabe dialogar com a juventude, lembramos o Sínodo para a Juventude, que aconteceu há 3 anos. A atenção que ele tem com os idosos com os doentes não apenas agora neste tempo de pandemia, mas também sempre teve uma atenção muito especial pelos idosos e os doentes, orientando que fossem cuidados e visitados. Além disso, o Papa Francisco também é um homem aberto ao diálogo com todos, com não-cristãos, com as diversas religiões, com a ciência. Enfim, é um homem feliz, sorridente e bem-humorado, na sua missão, na sua vida e doação.

 

RCR

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar