ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Tribunal emite mandado de prisão imediata para ex-deputado Carli Filho

O ex-parlamentar é responsável pela morte de dois jovens em um acidente de trânsito. Ele apresentou 33 recursos protelatórios.

25/05/2019

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) emitiu mandado de prisão preventiva imediata ao ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho (PSB-PR). O documento seguiu em sigilo até a decisão. Carli Filho é responsável pela morte de dois jovens e a impetração de 33 recursos protelatórios, no ano de 2009.

Em 2018, Carli Filho foi condenado a 9 anos e 4 meses de prisão, em regime fechado, por duplo homicídio com dolo eventual, pela morte de Gilmar Rafael Yared e Carlos Murilo de Almeida. O político deveria responder pelo crime em liberdade até a sentença em segunda instância.

No entanto, em fevereiro de 2019, a Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) decidiu reduzir a pena estabelecida pelo tribunal do júri, que era de nove anos e quatro meses de prisão em regime fechado, para sete anos, quatro meses e 20 dias de prisão em regime semiaberto.

Segundo informação do G1 Paraná um dos advogados de Carli Filho, Roberto Brezinski Neto, disse seu cliente "dará início ao cumprimento da pena o mais rápido possível" e "deve se apresentar nos próximos dias". Até o momento não há informação sobre a prisão de Carli Filho. Após o cumprimento do mandado caberá ao juíz da vara de execuções penais definir como a pena será cumprida.  

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar