ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Diocese de Guarapuava divulga novas transferências de padres

Transferências e readequações de padres fazem parte da missão da Igreja. Ir ao encontro das pessoas em suas paróquias e comunidades é o dever de todo sacerdote.

12/12/2018

A missão é o pilar de sustentação da Igreja e, por isso, todo sacerdote abraça essa condição de missionário quando profere seus votos. Desta forma, as mudanças se fazem necessárias em qualquer tempo e lugar em se tratando de Igreja, pois através do ato de ir ao encontro, ocorre o verdadeiro sentido da vivência cristã.

A diocese de Guarapuava, assim como toda a Igreja, tem na missão uma de suas grandes metas e procura, com atos e diálogo aberto com seus sacerdotes, fazer com que os trabalhos nas paróquias e comunidades tendam a crescer e produzir os melhores frutos.

No mês de setembro, na edição de número 470 o jornal A Igreja na Diocese de Guarapuava (Boletim Diocesano), divulgou diversas transferências de sacerdotes da diocese. Nesta ocasião, edição de número 474 do mesmo periódico, novas mudanças são noticiadas.

Em 15 de outubro, padre Joaquim Bernardo da Rocha, que atuava como pároco na paróquia Imaculada Conceição, em Cantagalo, assumiu as funções na paróquia São Pedro Apóstolo, em Nova Tebas. Padre Cícero Pereira de Sousa, que trabalhava em Laranjal, na paróquia São Pedro Apóstolo, começou suas atividades na paróquia Imaculada Auxiliadora, em Porto Barreiro. A posse de padre Cícero foi em 25 de outubro.

Padre José de Paulo Bessa, que por mais de dez anos foi pároco da paróquia Bom Jesus, no decanato centro da diocese de Guarapuava, deixou suas atividades na cidade no dia 11 de novembro. Padre Bessa, a partir do início de 2019, vai trabalhar para a diocese de Jataí, no Estado de Goiás por um período de três anos. O contrato entre as dioceses de Guarapuava e de Jataí pode ser renovado.

No dia 28 de novembro, padre Reonaldo Pereira da Cruz, que trabalhava como pároco da paróquia Santos Anjos, em Guarapuava, começou suas atividades também como pároco da paróquia São Miguel Arcanjo, no distrito de Entre Rios.  O então pároco de Entre Rios, padre Jackson Luís Tozetto, que permaneceu na paróquia por doze anos, transferiu-se para a diocese de Paranaguá, onde deve assumir uma paróquia. Em princípio, o sacerdote ficará na região do litoral paranaense por três anos, mas seu contrato pode ser renovado, de acordo com o entendimento entre as dioceses.

Padre Paulo Carlos de Souza, que administrava a comunidade São Luiz Gonzaga, em Guarapuava, assumiu como administrador da paróquia Santos Anjos, na mesma cidade, no dia 04 de dezembro. Padre Paulo pertence ao clero da diocese de Foz do Iguaçu.

No dia 05 de dezembro, padre Casemiro Heupa, que trabalhava como pároco da paróquia Santa Maria Imaculada Conceição, em Santa Maria do Oeste, começou suas atividades de pároco na paróquia Imaculado Coração de Maria, em Marquinho.

Padre Erico Gabriel Gurkowski, que desde novembro de 2016 trabalhava como missionário na Prelazia de São Félix do Araguaia (MT) retorna à diocese de Guarapuava e assume suas atividades junto à paróquia Santa Maria Imaculada Conceição, em Santa Maria do Oeste, em 19 de dezembro.

Na antevéspera do Natal, 23 de dezembro, padre Piotr Pochopien, que trabalhou em Marquinho, na paróquia Imaculado Coração de Maria, toma posse como pároco em Laranjal, passando a responder pela paróquia São Pedro Apóstolo.

Todas as posses foram/serão dadas pelo bispo diocesano Dom Antônio Wagner da Silva.

 

Diopuava

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar