ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Reitor de universidade boliviana conhece pesquisa sobre prevenção de desastres, na Unicentro

Antonio Carvalho Suárez, reitor da Universidad Tecnológica Privada de Santa Cruz, visitou na manhã de hoje (9) a Unicentro. Ele conheceu várias iniciativas da instituição, dentre elas as pesquisas na área de prevenção de desastres.

09/10/2018

Clique no player e ouça a reportagem de Cléber Moletta.

Conhecer as pesquisas e experiências de prevenção a desastres naturais e levar boas práticas realizadas em Guarapuava para Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Esse foi um dos objetivos da visita do reitor da Universidad Tecnológica Privada de Santa Cruz, Antonio Carvalho Suárez, à Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). Ele esteve na manhã de hoje (9) com o professor do departamento de geografia Paulo Nobukini, que coordena uma equipe de pesquisadores que desenvolve estudos nessa área.

“Santa Cruz de La Sierra é uma cidade localizada na amazônia tropical da Bolívia onde temos muito em comum com essa região, estamos assimilando todo esse trabalho feito aqui para que nós possamos implementá-lo em nosso país. Já temos um trabalho, mas o avanço que a Unicentro já tem nos ajuda para que o caminho seja mais curto”, disse à Rádio Cultura Antonio Carvalho Suárez, reitor da universidade boliviana.

Depois da visita as universidades devem estreitar relações e promover ações conjuntas nessa e em outras áreas. O reitor permenece nessa terça-feira (9) conhecendo vários projetos da Unicentro em Guarapuava e Irati.

As pesquisas realizadas na Unicentro têm o objetivo de minimizar os efeitos de inundações e desastres naturais. Alunos de graduação, pós-graduação e professores desenvolvem estudos para compreender melhor a dinâmica das inundações e, com base nas informações científicas, apontar formas adequadas de prevenção.

O diferencial do grupo de pesquisa é contemplar também o aspecto social dos desastres. Por isso as ações levam em conta o perfil sócio-econômico das populações ribeirinhas, envolvendo as comunidades nas soluções para os problemas relacionados aos desastres.

No Campus Cedeteg os pesquisadores estão elaborando um ambiente de simulação do ambiente natural. Rio, lago, estradas, pontes foram montadas para simular a dinâmica da água em momentos de inundação. Essa estrutura também foi visitada pelo reitor boliviano na manhã de hoje (9).

Todos os estudos estão sendo realizados com a estrutura da Unicentro e com apoio do projeto Redução do Risco de Desastre - Redesastre/Sanepar. A iniciativa compõe o Centro Universitário de Estudos e Pesquisas Sobre Desastres (Ceped), vinculado a Casa Militar, e no Paraná as pesquisa são referências e já servem de apoio na definição de políticas na área.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar