ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Diretora diz que recebeu ligação "cobrando" nomes de grevistas

Sindicato afirma que situação ocorreu em vários setores e acusa Prefeitura de assédio moral. Administração ainda não se posicionou.

16/05/2018

Diretora ouvida pela reportagem da Rádio Cultura confirmou a informação de que pessoas da administração ligaram e visitaram as escolas questionando sobre adesão à greve. O sindicato da categoria classificou a atitude como assédio moral e mandou ofício ao prefeito Cesar Silvestri Filho (PPS) na tarde de ontem (15). A Prefeitura foi questionada, via assessoria, e deve se posicionar sobre a acusação.

“Tive uma ligação da Erondina, da Prefeitura, ela queria saber os nomes, eu disse que não tinha e que elas [as zeladoras] são grandinhas o suficiente para saber se querem ou não ir a paralisação, mas eu me senti coagida”, disse à Rádio Cultura a diretora da Escola Francisco Contini, Rosane Fátima Passaglia. O telefonema foi realizado ontem (15), segundo ela.
A diretora também afirmou que a chefe do setor de merenda escolar esteve na escola para conversar com as servidoras. Rosane disse que as merendeiras foram avisadas de que se aderissem à paralisação teriam que deixar um lanche de fácil preparção para ser servido hoje (16). As duas servidoras desse setor não aderiram à greve.
No ofício enviado ao prefeito o sindicato pede “imediatas providencias de V. Exa, no sentido de orientar as chefias para que cessem o assédio moral aos servidores e servidoras, abstendo-se de emitir falsas informações acerca do direito de greve ou acerca da eventual perda de direitos se não observada a manutenção mínima de servidores em serviços inadiáveis, uma vez que os servidores e as servidoras, por meio do SISPPMUG, já se comprometeram em manter em funcionamento, de acordo com a lei de greve, os serviços inadiáveis”, conforme trecho do ofício.
A prefeitura afirmou ainda ontem (15) que vai registrar as faltas e descontar salários de quem aderir ao movimento de greve.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar