ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Médica de Curitiba é a primeira paranaense a receber medalha por combate à violência contra a mulher

Por conta da organização "MaisMarias", Dra Maria Letícia Fagundes é condecorada nacionalmente.

09/05/2018

A médica Legista do IML de Curitiba, Dra  Maria Letícia Fagundes, recebeu recentemente a medalha Mietta Santiago, aprovada pela Câmara dos Deputados, em razão do trabalho na organização MaisMarias, que atua no combate à violência contra a mulher. Maria Letícia é a primeira paranaense a receber a honraria. Sobre os trabalhos realizados pela organização e o que significa esta medalha, a médica explicou para a repórter Céci Maciel.

(Para ouvir, clique no player).

A medalha Mietta Santiago é conferida é a pessoas que se destacam no Brasil na defesa dos direitos das mulheres. A medalha recebeu o nome de Mietta Santiago pela luta histórica daquela mineira nascida em 1903 , graduada em direito que reconheceu uma injustiça contra as mulheres que impedia que participassem da vida política, por isso em 1928 entrou na justiça e obteve sentença que lhe permitiu votasse em si mesma para um mandato de deputada federal. Mietta foi a primeira a exercer, plenamente, os seus direitos políticos. Na eleição de 1932, esse direito foi garantido e instituído no Código Eleitoral pelo presidente Getúlio Vargas e, desde então, as mulheres têm tido oportunidade de participar das decisões que influenciam a vida de todos, embora ainda haja muito no que avançar.

 

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar