ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Páscoa deve aumentar 3,5% vendas de supermercados e lojas do ramo

Projeção é da Fecompércio Paraná.

06/03/2018

Vem aí a Páscoa, a primeira data comemorativa para o varejo. A data deve impulsionar as vendas do mês de março, ainda que a comemoração seja em 1º de abril. O produto que detém, tradicionalmente, a maior participação nas vendas do varejo é o chocolate sob diversas formas, sendo a mais popular, o ovo de Páscoa.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) projeta crescimento de 3,5% no setor de supermercados. Na Páscoa de 2017, o setor havia crescido 2,99% em comparação ao mesmo mês de 2016.

A coordenadora de pesquisas da Fecomércio Paraná, Priscila Andrade, destacou que é possível perceber uma melhora na opção de consumo que deve refletir nas compras de Páscoa. “Se a pessoa já está apta a gastar um pouco mais e vem uma data comemorativa que incentiva o consumo o consumidora compra mais”, ressalta.

Pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) aponta que 50% dos supermercadistas preveem vendas iguais às de 2017 e 32,9% esperam vendas superiores. Segundo a entidade, na Páscoa passada apenas 12,1% dos comerciantes estimavam vendas maiores. O estudo destaca ainda que outros produtos como cervejas, azeites e peixes em geral também deverão fazer parte das compras.

Para a indústria de chocolate o ano deve ser de adaptações. Na Pietrobon, fábrica de doces e chocolates instalada em Guarapuava, o ano foi de adaptação do perfil da produção. “Esse ano é atípico, porque mudou o perfil do consumo de ovos de Páscoa, em contra-partida o consumo de chocolate aumenta”, explica Cláudio Pietrobon, diretor da unidade da empresa em Guarapuava.

Para atender a demanda desse período foram 100 postos de trabalho temporário.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar