ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

"O júri vem para definir qual é a verdade", diz Christiane Yared

Christiane Yared falou à Rádio Cultura sobre o júri popular de Carli Filho.

21/02/2018

Ouça a entrevista na íntegra clicando no player.

“O júri ele vem para definir qual é a verdade, porque tem o meu lado, o lado do Carli e o lado certo, que é a verdade. O júri é justamente para isso, para que a gente coloque um ponto nessa história e que essa leitura seja importante para as pessoas”.

Foi dessa maneira que Christiane Yared definiu sua expectativa para o júri popular de Luiz Fernando Ribas Carli Filho, marcado para os dias 27 e 28 de fevereiro. Ela é mãe de Gilmar Rafael de Souza Yared, um dos mortos no dia 7 de maio de 2009. Além dele, Carlos Murilo de Almeida morreu na colisão.

 “A gente pode lutar pelos vivos e essa é uma luta real”, disse Yared. Ela reforçou durante a entrevista à Rádio Cultura que o júri será um ‘divisor de águas’ para o Brasil.

“As pessoas tem que compreender que não foi uma fatalidade, porque fatalidade é algo que não pode ser evitado, como um meteoro vindo em direção da terra. Você fazer racha, estar bêbado, se drogar, não usar cinto de segurança, ter a carteira suspensa, tudo isso pode ser evitado”, disse.

Carli Filho é acusado de ter causado a morte dos dois jovens. Ele é réu por duplo homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de matar). Carli Filho era deputado estadual, estava com a carteira suspensa e admitiu ter bebido antes da batida que causou a morte de Gilmar e Carlos Murilo.

 

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar