ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Mais de 6,5 milhões ainda não fizeram o recadastramento do INSS

Recadastramento anual é obrigatório para que benefício não seja suspenso. Data limite é 28 de fevereiro de 2018.

27/12/2017

Cerca de 6,5 milhões de aposentados e pensionistas do INSS ainda não fizeram o recadastramento anual do benefício. Ele é obrigatório para que o benefício não seja suspenso.

Essa prova é feita com o recadastramento da senha usada para receber a aposentadoria ou a pensão. É uma forma de o governo saber que o beneficiário está vivo. E, assim, evitar fraudes.
Se não for feito o recadastramento, o pagamento pode ser temporariamente suspenso.

A alteração da senha normalmente é feita até último dia do ano, mas o prazo foi ampliado desta vez porque mais de 6,5 milhões de aposentados e pensionistas do INSS ainda não foram fazer o recadastramento. A data limite é 28 de fevereiro de 2018.

O aposentado ou pensionista não precisa ir ao INSS. O recadastramento é feito na agência bancária onde ele recebe o benefício. Basta comparecer levando um documento de identidade com foto.

Quem não pode sair de casa por motivo de saúde, pode ser representado por outra pessoa. O procurador precisa ir a uma agência da Previdência Social com um atestado médico emitido há menos de 30 dias e uma procuração registrada em cartório.

G1

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar