ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Pinhão: Justiça determina que sejam alimentados animais em área que teve reintegração de posse

A Justiça também determinou cautelarmente que seja feito o arrolamento de bens na propriedade, incluindo todos os animais que nela permanecem.

12/12/2017

 

O Juízo da Vara Cível da Comarca de Pinhão , determinou que seja autorizado o ingresso de representantes da ONG Abrace e Adote, que atua na proteção de animais, em área de aproximadamente 290 hectares na região do Alecrim que sofreu reintegração de posse no dia 1º de dezembro. O objetivo é permitir que sejam alimentados os animais que pertencem aos antigos moradores da área, uma vez que muitos animais permaneceram na propriedade.

A Justiça também determinou cautelarmente que seja feito o arrolamento de bens na propriedade, incluindo todos os animais que nela permanecem. A medida pretende evitar que haja dissipação dos bens, de modo a garantir eventual reparação ou restituição aos proprietários. Quando foi cumprido o mandado de reintegração de posse, gado, galináceos e animais domésticos não puderam ser retirados, e seus proprietários não têm notícias sobre o atual estado dos animais e se estão recebendo alimentação.

A Promotoria de Justiça de Pinhão, que requereu as medidas ao Judiciário, vem realizando sucessivas reuniões com representantes das comunidades afetadas e autoridades locais buscando resolver o impasse. Os moradores afetados pela desocupação (14 famílias) deverão apresentar ao Ministério Público uma lista contendo a discriminação da quantidade e espécie de animais que nela mantinham, para que seja providenciado transporte e local adequado para receber os animais.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar