ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Com fechamento do hospital Santo Antônio, população de Cantagalo será atendida em Laranjeiras do Sul

Atendimentos hospitalares serão realizados nos dois hospitais de Laranjeiras do Sul. Município vai estender atendimento com médico até 23 horas e oferecer plantão na madrugada.

30/11/2017

O hospital Santo Antônio, de Cantagalo, vai fechar nessa quinta-feira (30). A partir de sexta-feira (1º de dezembro), os pacientes serão encaminhados para Laranjeiras do Sul, nos hospitais São Lucas e São José. A Secretaria de Saúde de Cantagalo também vai estender o atendimento médico na Unidade Básica de Saúde Central até ás 23 horas. Durante a madrugada uma equipe de enfermagem vai fazer o atendimento. Casos que necessitem vão ser encaminhados para cidade vizinha, distante 35 quilômetros.
“A população não ficará desassistida diante dessa situação”, explicou o chefe da 5ª Regional de Saúde. Segundo ele, assim que o hospital comunicou o encerramento das atividades, a regional e secretaria municipal de saúde se mobilizaram para garantir o atendimento à população.
A decisão de fechar o hospital foi tomada pela própria direção da instituição. A justificativa são os problemas financeiros. O Santo Antônio é um hospital particular. No primeiro semestre se transformou em Organização de Interesse Social e caminhava no sentido de se tornar uma instituição filantrópica. Para isso, no entanto, precisava se manter por pelo menos mais um ano, cumprindo requisitos que permitiriam a mudança.
Como não é filantrópica, a instituição não pode receber repasses de dinheiro público. Havia um contrato com o Estado e Município para prestação de alguns serviços. Além disso o hospital atendia particular e convênios. Segundo a direção da instituição, os custos superavam a arrecadação, por isso a decisão de fechar as portas.
Todos os serviços prestados são de baixa complexidade. São 50 leitos e 21 funcionários que atendem no Santo Antônio. Desde o início do ano os partos deixaram de ser feitos na cidade, o que diminuiu ainda mais o repasse de recursos para o hospital. 
Segundo o diretor da 5ª Regional, o Estado fez um chamamento público para credenciar hospitais que prestariam o serviço de partos. O Santo Antônio não tinha condições de concorrer.

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar