ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Paraná tem 86% dos municípios com conselhos da pessoa idosa

A equipe técnica da Secretaria da Família promove capacitações e palestras para incentivar a implantação das instâncias para captação de recursos.

01/10/2017

A maioria das prefeituras paranaenses deu o primeiro passo para receber recursos do Governo do Estado e garantir os direitos de quem passou dos 60 anos. Dos 399 municípios paranaenses, 86% constituíram conselhos da pessoa idosa, superando, proporcionalmente, São Paulo (83%) que estava em primeiro lugar.

É por meio desses conselhos que é definido como recursos serão aplicados nos municípios para melhorar a qualidade de vida das pessoas idosas. Atividades para esse público são essenciais para o bom envelhecimento

Cerca de 800 pessoas lotaram o Canal da Música, em Curitiba, nesta sexta-feira (29), para  o Seminário, em comemoração ao Dia do Idoso (neste domingo, 1º de outubro). Além de apresentação do Coral da Paranáprevidência, e da palestra bem-humorada do geriatra, foi lançada a campanha de valorização da pessoa idosa para rádio e televisão e a cartilha “Conhecendo os direitos da pessoa idosa”.

Para promover qualidade de vida para a pessoa idosa é fundamental que o município se estruture. Ter conselho municipal é o primeiro passo para que as prefeituras recebam apoio financeiro do Fundo Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (Fipar), repassado pela Secretaria da Família.

Em 31 de dezembro de 2016, oficialmente, o Paraná possuía apenas um Plano Municipal dos Direitos da pessoa Idosa (Curitiba). Porém, até setembro de 2017, já estavam constituídos 342 conselhos, 175 fundos e 60 planos. A equipe técnica da Secretaria da Família promove capacitações e palestras para incentivar a implantação das instâncias para captação de recursos.

A campanha para televisão e rádio lançada nesta sexta e que será veiculada a partir de segunda-feira em rádio e televisão ressalta a importância da experiência para lidar com situações do cotidiano.
 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar