ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

IBGE vai contratar profissionais temporários no Paraná

Serão mais de 1.800 trabalhadores. Salários variam de R$ 1,5 mil a R$ 4 mil.

08/04/2017

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai contratar 1.849 profissionais temporários no Paraná para o Censo Agropecuário 2017. Os salários variam entre R$ 1,5 mil e R$ 4 mil. De acordo com o IBGE, os editais devem ser publicados na segunda-feira (10) e segunda-feira (24).

Em todo o Brasil, são 26.010 vagas temporárias, distribuídas em mais de 4 mil municípios, que serão ocupadas a partir de dois processos seletivos. O IBGE não divulgou para quais cidades serão as vagas.


No Paraná, o maior número de vagas está para o cargo de recenseador.

Analista Censitário – 5 vagas
Agente Censitário Administrativo – 28 vagas
Agente Censitário Regional - 18 vagas
Agente Censitário de Informática – 10 vagas
Agente Censitário Municipal – 82 vagas
Agente Censitário Supervisor – 356 vagas
Recenseador – 1.350 vagas

As remunerações são de R$ 4 mil para analista censitário, R$ 1,5 mil para agente censitário administrativo, R$ 2,5 mil para agente censitário regional, R$ 1,7 mil para agente censitário de informática, R$ 1,9 mil para agente censitário municipal e R$ 1,6 mil para agente censitário supervisor.
Para o cargo de recenseador, a remuneração varia de acordo com a produtividade.

O primeiro processo seltivo será para os cargos de analista censitário, agente censitário administrativo, agente censitário regional e agente censitário de informática . No segundo, as vagas serão para agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador.

O Censo


O Censo Agropecuário 2017 vai subsidiar a implantação do cadastro de estabelecimentos agropecuários e do Sistema Nacional de Pesquisas Agropecuárias. Isso permitirá a criação da Pesquisa Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários, que irá a campo, anualmente, captar dados pormenorizados sobre receitas e despesas na produção, crédito e seguro rural, proteção de mananciais, conservação da fauna e flora, uso de agrotóxicos, técnicas de produção, além da situação social e familiar dos trabalhadores do campo, entre outros temas.

Em 1º de outubro, as operações do Censo Agropecuário vão começar. Os recenseadores vão visitar mais de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários em todo o país em 5 meses, levantando informações sobre a área, a produção, as características do pessoal ocupado, o emprego de irrigação, o uso de agrotóxicos, entre outros temas. Os resultados do censo devem começar a ser divulgados pelo IBGE em meados de 2018.

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar