ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Bruno Cerutti disputa cinturão no WGP na sexta, dia 7

Na 36ª edição do maior evento de trocação da América Latina. Em uma mesma edição, a categoria conhecerá não só o novo detentor do cinturão da divisão, como também o próximo desafiante ao título, a ser definido pelo Challenger GP.

05/04/2017

O combate pelo cinturão vago é a co-luta principal do WGP #36: Ravy vs Dionísio e coloca frente a frente os dois primeiros colocados do ranking dos Leves da organização: o paulista Hector Santiago (Seven Fight Team) e o paranaense Bruno Cerutti (CT Célio Rodrigues).

Antes mesmo do cinturão ficar vago, o #1 da divisão, Hector Santiago, já havia conquistado o direito de lutar pelo título do então campeão Paulinho Tebar ao vencer o Challenger GP realizado no WGP #29, em Guarapuava. Na primeira semifinal, Hector venceu Rafael ‘Coruja’ (FX Fight Team) por TKO no 3º round e, na grande final, venceu Gustavo Piacentini (Company Top Fight) por decisão dos juízes. Com apenas 23 anos, Hector se mantem invicto na organização com 5 vitórias, sendo 1 por KO, e vem embalado para o combate.

A repórter Céci Maciel conversou com o guarapuavano, Bruno Cerutti sobre a carreira e o p´roximo desafio.

(Para ouvir, clique no player).

Atual #2 da categoria, Bruno Cerutti também participou do Challenger GP vencido por Hector, porém perdeu na semifinal para Gustavo Piacentini em uma luta muito equilibrada, decidida nos detalhes. Após a derrota, o paranaense retomou o caminho das vitórias ao vencer o argentino Lucas Arce (Niño Team) por pontos em uma Super Fight Internacional realizada no WGP #33. Com um cartel de 3 vitórias e 2 duas derrotas na organização, Cerutti vai para a disputa de cinturão em seu melhor momento até então, com apresentações consistentes a cada participação.

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar